cuide da própria vida Posts

Pessoas felizes nunca fazem…

Pessoas felizes se parecem, e aquelas infelizes, o são a seu modo, é o que sempre ouvi dizer.

Podemos imitar a atitude e comportamento de pessoas felizes, e traduzo um pouco do que li no blog de Marc&Angel exatamente sobre o tema, conteúdo que faz parte do livro que escreveram, “1000 little things happy, successful people do differently”.

Não vai cair de bandeja.

Temos que fazer a nossa parte, pois nada vai cair de bandeja.

É preciso ter fé, acreditar numa Força Superior que pode tudo, mas ainda assim, temos que fazer o que tem que ser feito.

Deus está no controle, mas as ações e iniciativas, temos que assumi-las nós mesmos.

Assumir o controle de nossas vidas, é parar de deixar a vida no piloto automático. É saborear a vida em cada momento e influindo para que cada evento do seu dia tenha resultado consciente, tenha sido pensado.

Atalho para o crescimento pessoal.

Estamos todos nessa empreitada de crescimento pessoal. Queremos todos ser uma pessoa melhor a cada dia. Não consigo me lembrar de ninguém que tenha me dito que o seu objetivo é piorar um pouco a cada dia.

No entanto, estar compenetrado nessa jornada é um tanto difícil, especialmente quando tratamos das outras pessoas.

Temos um péssimo hábito de apontar para os outros, atalhos que devem seguir para o próprio crescimento pessoal.

Parece o jogo dos sete erros. Mal olhamos para outrem e somos capazes de apontar sete defeitos.

O que eu tenho a ver com isso?

O que eu tenho a ver com isso? Se faça esta pergunta de vez em quando.

Parece uma força quase incontrolável, mas temos esse ímpeto de se meter na vida alheia.

Nem bem tomamos conhecimento de uma notícia (fofoca) de outrem e já estamos especulando, querendo saber mais, tomar posição, criticar e deitar regras para tudo quanto é lado.

Temos que nos conter nessa inclinação quase natural. Digo natural, pois acho que não é privilégio meu detectar esse defeito de caráter em mim mesmo.

Procuro evitar, e sempre que me dou conta que estou me deixando levar por esse impulso, firmo pé e pulo fora deste jogo.

Viver a própria vida.

A frase do mês é viver a própria vida, o que nos esquecemos com frequência.

Muitas vezes nos encontramos tomando conta da vida dos outros, bisbilhotando, futricando, fofocando sobre eventos que não nos dizem respeito.

Outras vezes, concentramos a nossa atenção e energia tentando controlar a vida dos filhos, familiares e especialmente da nossa companheira.

Ser mais leve, se sentir mais leve.

Descarregue esse peso que está carregando.

Largue a mochila das inutilidades e futilidades.

Deixe cair e deixe ir as preocupações com as coisas que não irão acontecer.

Deixe de lado as preocupações de coisas que não te dizem respeito.

Não faça um inventário dos outros.

Faça um inventário de si próprio e não dos outros.

Fulano tem um carro e uma casa.

Cicrano tem uma esposa rica.

Beltrano herdou uma fazenda imensa.

Isso só para falar nas coisas materiais.