cotidiano Posts

Escreva o livro da sua vida

Escreva o livro da sua vida

Esta semana recebi uma recomendação interessante da plataforma de gamificação para a saúde de que participo, que me envia diariamente uma indicação para melhorar a minha vida, especialmente na questão da saúde, e tem a ver com o assunto: o livro da sua vida.

Gamificação:

A plataforma que participo se chama Daily Challenge, talvez a melhor do mundo, aberto para qualquer pessoa. O foco maior é na movimentação, exercício físico, mas tem também nutrição, relacionamentos. Para aqueles que querem por email, uma recomendação diária, me mandem uma mensagem com o endereço de email que eu envio um convite.

O livro da sua vida:

Imagine que um biógrafo apareceu para escrever um livro contando tudo da sua vida nos últimos 12 meses, e você vai começar a contar tudo que aconteceu.

Faça um resumo, conte as coisas boas, os desafios vencidos, as dificuldades que você soube superar.

 

Celebre:

Você vai celebrar as realizações?

Você vai se sentir grato pela vida que tem?

Que tal examinar as novas habilidades adquiridas.

Você se sente mais madura, mais preparada para as adversidades da vida?

Anuncie:

Você vai dar uma dica da pessoa que você está se tornando?

Imagine que alguém vai ler o seu livro e vai ter, não só uma boa impressão de você, mas mais do que isso, vai ter a percepção da pessoa que você está se tornando.

Visão de longo prazo:

Um dos objetivos do exercício do livro da sua vida é trazer uma perspectiva mais de longo prazo. É trazer o seu olhar para um horizonte mais largo do que aquele que somos chamados a ter no nosso cotidiano. Ficamos tão entretidos com aquilo que temos que fazer na semana que nos esquecemos do que vamos fazer no ano que vem. Nos estressamos com algum conflito no dia de ontem e nos esquecemos de tanta coisa boa que aconteceu há 6 meses.

Escrever te faz bem:

Quando escrevemos sobre a nossa vida, somos obrigados a escolher as palavras, e isso é um exercício valioso de significação, de dar a verdadeira cor, o peso real de tudo que nos aconteceu.

Título:

Escolha um título para o seu livro.

“O ano que Maria decidiu cuidar mais de si mesma.”

“O ano que Paulo criou coragem para enfrentar de cabeça erguida o que vem pela frente.”

Foto de capa:

Cole uma foto, aquela que você mais gosta, e que retrata a pessoa corajosa que você é.

Isso é para você lembrar do seu valor, da sua história.

Rubens Sakay

Abrace o seu dia

Abrace o seu dia

Abrace o seu dia, qualquer que seja a sua agenda.Comece o dia com o pé direito.

Viva o dia com alegria, mesmo que coisas tristes ou desagradáveis estejam no caminho.

Comece agradecendo por tudo que tem recebido, e assuma um compromisso consigo mesmo de enfrentar as dificuldades de cabeça erguida.

Tenha paciência com o andar da carruagem, e seja paciente consigo mesmo.

Não deixe a vida correr solta, sem controle, sem timão

Não deixe a vida correr solta, sem controle, sem timão

O cotidiano tem o poder de nos colocar em piloto automático, nem percebemos e o ano já sei foi.

A felicidade está em viver intensamente cada momento. No entanto, os afazeres do dia-a-dia, frequentemente nos colocam anestesiados, insensíveis às emoções da vida. Isso pode significar tocar as tarefas no escritório, voltar para casa e tocar a lista interminável de coisas para fazer.

Lavar pratos e roupas pode ser uma atividade insana, pois tudo vai se sujar novamente.

Quando os outros nos fazem felizes, segundo dois estudos

Quando os outros nos fazem felizes, segundo dois estudos

Podemos achar que seremos felizes quando tivermos o melhor carro, uma casa elegante e uma vida confortável, mas a ciência mostra o contrário. Pesquisas científicas, indicam que mais do que as condições materiais, são as outras pessoas que nos fazem felizes. Em um estudo realizado em 2002 por dois fundadores da ciência da felicidade, Ed Diener e Martin Seligman, que avaliaram o nível de felicidade de estudantes. Não surpreendentemente, constataram que os mais felizes são aqueles que têm um ou mais amigos de confiança, os chamados amigos do peito. Ter muitos contatos aparentemente não influi muito na felicidade dos indivíduos. O que conta mesmo é a qualidade dos relacionamentos, a profundidade, a confiança nelas depositada.

Isso inclui também os familiares. Não escolhemos os nossos familiares, mas certamente nos afeiçoamos mais a uns dos que a outros. Ter laços fortes com alguns favorece enormemente a felicidade.

E os cientistas conseguiram descobrir mais!

Como se proteger do estresse dos outros com barreiras físicas e psicológicas

Como se proteger do estresse dos outros com barreiras físicas e psicológicas

Você pode estar tranquilo e sereno nas suas atividades, mas vez por outra, o estresse dos outros respinga em ti, e a ginástica para não se contaminar pode ser trabalhosa.

Estabeleça o seu próprio ritmo, e não se deixe contaminar com a correria que algumas pessoas têm o hábito de impor. Quando os prazos ficam apertados, resultados insatisfatórios e ações ineficazes, sempre aparecem as pessoas da correria, da gritaria e da pressão.

Quando você sentir que a agitação dos outros está te contaminando de maneira exagerada, estabeleça uma barreira de proteção de modo que você possa tocar sua vida com mais tranquilidade.

Faça diferente

Faça diferente

Faça diferente. Tente de uma outra maneira, uma outra coisa, faça de maneira diferente e veja o resultado. Você pode se surpreender.

Muitas vezes insistimos em fazer da mesma maneira, esperando resultado diferente, e acabamos decepcionados mais uma vez.

Mesmo quando a razão nos indica que está errado, é sempre mais fácil insistir em algo que já nos acostumamos a fazer. Temos que quebrar esse ciclo vicioso de cometer os mesmos erros.

Pequenas decisões.

Não negligencie e nem descuide das pequenas decisões. Elas são importantes e impactam a sua vida de verdade.

As grandes decisões te colocam num rumo, mudam a direção e mudam a sua vida, mas as pequenas decisões te mantém no rumo certo, corrigem as pequenas coisas.

Na correria do cotidiano, facilmente nos colocamos em piloto automático e fechamos os olhos para os detalhes, as pequenas coisas, que juntando tudo, impacta a vida como um todo.

Se você não está atento aos detalhes, é sinal de que precisa reduzir a velocidade, e a vida pode passar despercebida.