comportamento Posts

A discussão antiga sobre o materialismo e a felicidade

A discussão antiga sobre o materialismo e a felicidade

Dinheiro traz felicidade?

Devo comprar um bem ou investir numa viagem de férias?

É uma luta diária se se proteger um pouco de tanto apelo materialista.

O novo modelo do celular, o carro novo, a roupa de marca, a aparência, a imagem, enfim, vem de todos os lados.

Devemos entender que a escalada do materialismo é fonte segura de realização apenas para as grandes corporações, e não para nós, simples indivíduos.

Esses poderosos arrumaram até um mecanismo para não termos que nos deslocar para o shopping center para comprar as últimas novidades, podemos fazer isso pela internet.

Leo Babauta do ZenHabits passa algumas recomendações para se livrar do materialismo.

Antídoto para o estresse e agressividade (comprovado pela ciência)

Antídoto para o estresse e agressividade (comprovado pela ciência)

Não perca nenhuma oportunidade para tratar o outro com cortesia e gentileza. Sinta um profundo interesse pelo conforto, paz de espírito e bem-estar de outra pessoa.

É um ato desinteressado, sem esperar algo em troca, apenas como um ato de amor, uma expressão que vem do fundo do coração.

Aja com educação, gentileza e consideração pelo outro, e compreenda que isso é contagioso, pois o outro vai replicar o mesmo comportamento para uma terceira pessoa, e no final, temos um ambiente, uma sociedade e um mundo melhor.

O mundo estressado que construímos merece alguns antídotos, e a gentileza é um deles.

Conselho de um japonês centenário: sacie apenas 80% da sua fome

Conselho de um japonês centenário: sacie apenas 80% da sua fome

Somos muito o que comemos, e uma recomendação segura para uma vida saudável é não descuidar da própria alimentação. Isso vale também para os filhos e familiares – influa para que adquiram hábitos saudáveis de alimentação.

Pratique em casa e você mesmo, uma dieta eclética. Consuma uma viariedade grande de alimentos e não desenvolva preconceitos contra algum tipo ou categoria.

Vale indicar novamente o site  –World Healthiest Foods–  muito conceituado no campo da nutrição:

Com o tempo e a idade, compreenda que o seu organismo ficará mais lento, e a dieta tem que seguir esse compasso.

O estrago que as pequenas coisas estragadas nos causam

O estrago que as pequenas coisas estragadas nos causam

Muitas vezes, a vida corrida nos deixa cegos para coisas que estão quebradas com as quais nos deparamos todos os dias.

As coisas invariavelmente se quebram, mas devemos nos dar ao trabalho de consertá-las.

Uma lâmpada queimada, uma cadeira descolada, pode parecer coisa miúda, mas nos deparamos com todas essas coisas quebradas diariamente, o que certamente nos incomoda intimamente, sem que notemos.

Aprendi que quando notamos a coisa quebrada todas as vezes que passamos por ela isso nos traz um incômodo, mesmo que num nível imperceptível. Não sabemos que isso nos causa mal, mas isso nos enche de negatividade de forma cumulativa.

5 dicas para criar filhos mais generosos

5 dicas para criar filhos mais generosos

Todos nós temos a noção de que devemos criar filhos mais completos, que sejam capazes, não só de realizar feitos destacados, carreira promissoras. Queremos ainda que sejam altruístas, generosos e queridos pela sua própria comunidade.

Como podemos ajudar para que eles se desenvolvam dessa maneira?

Vários estudos científicos mostram que as crianças trazem intrinsecamente a característica generosa. No entanto, a criação e a sociedade hedônica, as comparações, podem prejudicar o desenvolvimento da criança nesse sentido.

Qualidade nas interações.

Prime por conexões humanas cheias de qualidade, carregadas de energia positiva.

Não deixe o rancor, os ressentimentos a inveja e tantos outros sentimentos negativos povoarem as suas conexões com as pessoas. Não coloque veneno, não ofenda nem provoque reações que você mesmo não vai apreciar.

Plante exatamente o que quer colher. Se você quer simpatia, seja simpático. Se você quer ser bem tratado, trate bem os outros.

Experimente algumas receitas que dão resultado.

Toda vez que passar pelo caixa do supermercado, dê um sorriso autêntico, do fundo do coração, e faça um comentário positivo, elogie e seja agradável.

Pratique o que acredita.

Pratique o que acredita, e dê sentido às suas ações.

As coisas que fazemos tem explicação na nossa razão e emoção. Na prática, quando são consistentes com as nossas crenças, tem a virtude de confirmar e reforçar tudo que acreditamos.

Temos que agir de acordo com os nossos valores, e no final, estaremos cada vez mais fortalecidos.

As pessoas que pensam e falam de um jeito e agem de outro, acabam se tornando pessoas fracas. O seu caráter não passa por esse processo de fortalecimento.

Temos que praticar e agir de acordo com tudo aquilo que acreditamos profundamente, para o nosso próprio bem.