bem estar Posts

O primeiro passo

O primeiro passo

Dizem que o primeiro passo é o mais difícil, e as pessoas não chegam aos objetivos simplesmente porque não começam, não dão o primeiro passo.

Intimidade consigo mesmo

Intimidade consigo mesmo

Experimente a intimidade consigo mesmo. Se desligue por algum momento de tudo que te puxa para fora de si, as conexões com outras pessoas, com as circunstâncias e com as redes sociais.

Deixe o bem te atingir em cheio

Deixe o bem te atingir em cheio

Deixe o bem te atingir em cheio.

Perceba a sintonia com tudo que há de bom no universo.

Não basta afastar o sofrimento e se livrar da raiva e do ressentimento.

Tudo melhora quando eu melhoro

Tudo melhora quando eu melhoro

Queremos melhorar a nossa vida e eu tenho que acreditar que tudo melhora quando eu melhoro.

Vivemos em estreita harmonia com o mundo a nossa volta.

À medida que melhoramos, melhoramos também tudo que nos cerca, por vários motivos.

Faça espionagem consigo mesma

Faça espionagem consigo mesma

Faça uma espionagem consigo mesma, monitorando a sua conversa interna.

Grampeie a ligação, transcreva o conteúdo. Faça uma reflexão.

Deseje o seu bem

Deseje o seu bem

Sabemos do bem que nos faz desejar o bem dos outros, mas faça hoje um exercício especial, deseje o seu bem.

É a prática da Metta Meditation, a meditação da bondade amorosa, quando você se coloca em uma atitude serena, em paz e concentra a sua emoção e seu pensamento no amor e na bondade.

Se livre da avareza, se descarregue de tanto materialismo

Se livre da avareza, se descarregue de tanto materialismo

O Natal vai chegando e parece que nada aplaca a nossa vontade de ter coisas, ganhar mais dinheiro.

Dinheiro é necessário para viver, mas quanto é necessário e quanto é o suficiente?

A avareza é diferente da ganância ou do hedonismo.

Tem a ver com o medo de perder e o sentimento permanente de carência.

O avarento conta os tostões, o ganancioso corre atrás dos milhões, e nenhuma dessas atitudes garante a felicidade.

A avareza é um atributo triste, porque está puramente associado à satisfação de ganhar e o medo de perder, sem relação com a felicidade ou o bem-estar.