autoestima Posts

Como lidar com o amor não correspondido e o que ele ensina

Como lidar com o amor não correspondido e o que ele ensina

Quem nunca viveu a dor de um amor não correspondido?

Isso pode acontecer com alguém que mostrou um afeto intenso e de repente decidiu seguir outro caminho, alguém que mostra sinais confusos e não parece pronto para decidir, enfim, é uma sensação dolorosa e desconfortável que desperta na gente um monte de sentimentos negativos. Nos sentimos rejeitados, imperfeitos, inadequados e parece que nada vai dar certo daqui para frente.

Desprezo – um mal que merece ser corrigido

Desprezo – um mal que merece ser corrigido

Temos que nos livrar dessa sede de sentir desprezo pelos outros, se alegrar com a desgraça alheia e desejar o mal dos outros.

Fazemos fofocas, sentimos inveja, pensamos o fracasso de outras pessoas.

Você não imagina o mal que isso faz a nós mesmos.

O espírito arrogante imagina que está se colocando muito acima das outras pessoas quando na verdade está se posicionando na baixeza e na pobreza da alma.

3 dicas para ser mais otimista que mudarão sua vida

3 dicas para ser mais otimista que mudarão sua vida

É certo que algumas pessoas nascem mais otimistas e outras mais pessimistas, porém o otimismo pode ser aprendido, como nos ensina o professor da Universidade da Pensilvânia, Martin Seligman no seu livro “Aprenda a ser Otimista”.

Vou passar as 3 dicas mais valiosas que aprendi com ele sobre como mudar as explicações que você dá a si mesmo. Leia ao final da postagem e exercite, pois isso pode mudar a sua vida.

Fazer o possível

Sempre há algo que podemos fazer, e as condições não podem ser assim tão limitantes.

Temos que fazer o possível, aquilo que está no nosso alcance, e para isso, temos que assumir a nossa responsabilidade.

Quem fica com o pensamento exclusivamente nas limitações não sai do lugar e deixa a vida passar em branco.

Para aqueles que a vida é um imenso abismo assustador a alguns passos adiante, a única solução é se sentar e chorar.

Deixe as dúvidas para trás

Deixe as dúvidas para trás. Não dê às dúvidas o poder de te amedrontar e te paralisar.

Quando deixamos as dúvidas tomarem conta, os problemas se avolumam, crescem, se tornam insolúveis por nada.

Dê uma única razão para você querer ficar parado, estagnado.

Você é o criador dos seus pensamentos. Deixe ir aqueles que estão te prejudicando.

Somos mais rigorosos quando julgamos a si próprio, e as piores dúvidas são aquelas sobre nós mesmos.

Se dê aquele empurrão

Muitas vezes nos sentimos meio empacados, por algum motivo, perdemos o pique, e parece que a locomotiva vai parar.

Temos que providenciar um empurrão, e não temos que esperar por ninguém, e temos que fazer isso nós mesmos.

Faça alguma coisa que mostre a si mesmo que o impulso está ocorrendo, a energia está sendo transformada em movimento.

Os desafios e dificuldades aparecem todos os dias, e se não mantivermos a energia em alta, podemos entrar numa estagnação, que por si só, nos coloca para baixo.

Seja gentil consigo mesmo.

 

Seja gentil consigo mesmo e não seja o seu principal algoz. Muitas vezes nos castigamos sem piedade, crítica, culpa, arrependimentos, decepção, e isso pode continuar por muito tempo. Pode se tornar um processo destrutivo, esmagando a autoestima, comprimindo a nossa capacidade de reagir, e nos deixando acuados num canto.

Temos que arrumar um jeito de parar com esse diálogo crítico e severo consigo mesmo.

O ser humano sempre procura por validação. Queremos ser aceitos e aprovados no nosso grupo, e quando entramos nesse círculo vicioso da invalidação, nos sentimos descartáveis, rejeitados por nós mesmos.