ansiedade Posts

Imaginando um futuro sombrio

Imaginando um futuro sombrio

Temos sim uma capacidade incrível de imaginar cenários tenebrosos sobre o nosso futuro.

Uma das coisas que impede que sejamos felizes agora, neste exato momento, é a mente tomada por um quadro sombrio que nós mesmos pintamos do caminho à nossa frente.

Enxergamos o presente, relembramos o passado e imaginamos o futuro.

Na verdade, enxergamos de maneira enviesada o presente. Relembramos com imprecisão o passado, e pintamos um quadro fantasioso e muitas vezes catastrófico daquilo que vamos enfrentar.

Compulsões nos afastam do convívio normal e são difíceis de detectar

Compulsões nos afastam do convívio normal e são difíceis de detectar

Reconheça a seu comportamento compulsivo, qualquer que seja. Faça alguma coisa para se afastar dele, adote algum mecanismo que leve a minimizá-lo. Quando for o caso, procure ajuda profissional.

O excesso, motivado pela compulsão, vai faltar em algum lugar precioso, e a felicidade e o bem-estar podem ser prejudicados.

Fique atento para os alertas dos seus familiares e amigos mais próximos.

O comportamento compulsivo não é facilmente auto-percebido, assim como a febre, a gripe ou outro sintoma físico. É mais parecido com o estresse que vai tomando conta do nosso cotidiano, e quando estamos no limite, qualquer pequena coisinha já nos tira do sério.

Compenetrado é diferente de compulsivo, e às vezes inventamos desculpas para justificar a nossa compulsão.

Muita coisa na nossa vida exige uma concentração e foco, mas a obsessão e a compulsão por aspectos pouco construtivos, pode se caracterizar em uma patologia que exige atenção.

Não dê importância a coisas pequenas e pouco importantes

Não dê importância a coisas pequenas e pouco importantes

Avalie sempre a importância que dá às coisas. Temos todos nós uma capacidade de distração incrível, especialmente quando as coisas são negativas. A nossa mente funciona assim, se apegando a coisas que nos incomodam de alguma maneira. Quanto mais tentamos nos livrar de tal pensamento, mais ele gruda na nossa mente.

Damos importância a tantas coisas que na verdade são insignificantes.

O pior é quando nos aborrecemos por coisas miúdas, gastando a nossa energia, paciência e aumentando o nosso estresse.

Já comentei isso numa postagem anterior: tire a cabeça das picuinhas.

Uma postagem antiga de Ali Hale me deu algumas dicas. I worry constantly about lots of little things.

As coisas pequenas continuam na nossa cabeça e tomam o nosso sono, tiram o nosso apetite, quando não nos empurram para a geladeira e o pote de sorvete.

A falta de foco faz você grudar em pensamentos ruins

A falta de foco faz você grudar em pensamentos ruins

Quando não estamos concentrados naquilo que estamos fazendo permitimos que a nossa mente vague sem rumo. Quase sempre, ela acaba grudando em algum pensamento negativo, uma preocupação desnecessária.

Viva o que está fazendo. Se concentre.

Não deixe a mente vagar por coisas remotas e improváveis. Sonhar é bom, mas deixar a cabeça perdida em problemas insolúveis e sentimentos mesquinhos é desperdiçar a vida e deixar de aproveitar o momento.

O desconforto pode ser temporário

O desconforto pode ser temporário

Não fique desanimado com o desconforto de um erro ou alguma coisa que deu errado.

Isso tudo pode ser temporário, e você sabe que é capaz de consertar.

Não devemos nos apegar tanto aos fracassos, é hora de aprender as lições e seguir adiante.

Importante também é ter em conta que o sucesso também é passageiro, e tampouco devemos nos apegar a ele.

Não deixe a ansiedade azedar o seu dia

Não deixe a ansiedade azedar o seu dia

Trabalhe esta ansiedade. Vá com calma, uma coisa de cada vez.

Comece o seu dia calibrando um pouco os pensamentos e emoções.

Não há como ser feliz se estamos nos afogando permanentemente na ansiedade.

Busque a importância relativa das coisas que estão mordendo o seu sapato nesse instante.

Se pergunte: até que ponto isso é importante?

Sob o domínio do medo

Sentimos medo por tanta coisa que nem faz sentido. O mundo não está à beira de uma catástrofe, e toda desgraça que te aflige não vai te acontecer.

O temor de ameaças é natural, mas quando este surge, dispara todo um conjunto de reações e sentimentos, alguns inadequados.

Aprenda a lidar com esse impulso, mantendo a tranqüilidade suficiente para tomar as decisões corretas, afastando pensamentos inúteis e danosos.