ajude quem precisa Posts

Passe adiante o que aprendeu

Passe adiante o que aprendeu

Se você aprendeu alguma coisa interessante, passe adiante. Você não perde nada por passar aos outros uma boa dica, um conhecimento, uma boa receita.

Quantas boas dicas nós recebemos ou descobrimos e que podem ser úteis para outras pessoas. Passe adiante. Vai te fazer bem.

Não há nada como ajudar alguém, descompromissadamente, sem qualquer interesse envolvido, e sem esperar nada em troca.

Uma pessoa especial

Uma pessoa especial

Seja uma pessoa especial principalmente para aqueles do seu convívio. Não tente agradar a todos.

Não somos perfeitos, mas podemos ser especiais.

Seja especial para as pessoas que te cercam, as pessoas do seu convívio diário.

Não tente agradar a gregos e troianos, pois acaba não ajudando ninguém.

Podemos fazer a diferença para pessoas com quem nos encontramos no cotidiano.

Não se coloque tão ocupado

Não se coloque tão ocupado ou sinta que não tem tempo para nada, pois assim vai perder o sabor da vida.

Um experimento científico muito comentado é aquele realizado por Darley & Batson na Universidade de Princeton, intitulado de Jerusalém para Jericó. É sobre a predisposição para a bondade quando estamos apressados ou não. O resultado é que quando não estamos apressamos estamos seis vezes mais dispostos a sermos bondosos. Isso porque estamos atentos para as pessoas necessitadas à nossa volta.

O que os outros ganham com isso?

Sempre pensamos o que vamos ganhar com aquilo que estamos por empreender.

Mas quando tratamos da generosidade, temos que pensar o contrário.

O que isso vai ajudar os outros?

Que contribuição estarei dando ao mundo?

Não espere.

Não espere nenhum momento para fazer alguma coisa, mesmo que pequena, para melhorar o lugar onde você está.

Como escreveu Anne Frank: “que maravilhoso saber que ninguém precisa esperar nada para melhorar o mundo em que vive”.

A nossa capacidade é imensa, e não devemos perder tempo, ainda que o alcance de nossa ação seja no nosso pequeno pedaço. Um pouco é bastante, e nada é absolutamente nada. Temos que agir, fazer acontecer, fazer a diferença.

Ajude as pessoas, contribua para um projeto importante, mesmo que a sua parte seja bem pequena.

Histórias que contamos uns aos outros.

Contamos histórias honestas, engraçadas e plenas de significado e com elas aprendemos as lições uns dos outros.

Outro dia, tomei um taxi de Ipanema para o Botafogo. Deveria tomar ter tomado o ônibus, mas a pressa era enorme.

Pedi para me levar à igreja de Santa Terezinha junto ao shopping Rio Sul, no que o motorista replicou: ”está com Deus está bem”. E prossegui numa conversa vinculada à Tereza de Lisieux, a jovem francesa que deixou este mundo muito cedo. Hoje a conhecemos como Santa Terezinha do Menino Jesus.

Ele me perguntou: “o senhor é padre?” Respondi que não, mas tinha uma grande admiração pela santa.

Ele comentou: “se o senhor fosse padre ia me abrir com o senhor…”.

A virtude da generosidade.

O que nos faz generosos? Porque as pessoas doam um pouco dos seus recursos, seu tempo e energia para pessoas que necessitam? E ainda, porque algumas pessoas doam, e outras pessoas, portadores de recursos inesgotáveis não doam nada?

O fato é que a generosidade faz bem tanto para pessoas que recebem quanto para aqueles que doam.

Visto por esse lado, diria que as pessoas generosas são aquelas que gostam de si próprio. Aquelas que praticam essa bondade com os outros sabendo que, simultaneamente, estão sendo bondosos consigo mesmo.