ajuda Posts

Uma pessoa especial

Uma pessoa especial

Seja uma pessoa especial principalmente para aqueles do seu convívio. Não tente agradar a todos.

Não somos perfeitos, mas podemos ser especiais.

Seja especial para as pessoas que te cercam, as pessoas do seu convívio diário.

Não tente agradar a gregos e troianos, pois acaba não ajudando ninguém.

Podemos fazer a diferença para pessoas com quem nos encontramos no cotidiano.

Esteja próximo dos familiares

Esteja próximo dos familiares

Não se afaste dos seus familiares. É o seu primeiro núcleo social e deve ser preservado por toda vida.

Os adultos cuidam dos pequenos, os jovens cuidam dos idosos, e todos podem exercitar a bondade, a generosidade e o pertencimento ainda dentro de casa.

Tenha os familiares por perto, vai trazer conforto e a ajuda quando precisar. A possibilidade de poder contar com eles quando precisar já vai te deixar mais tranqüilo.

Os frutos dos galhos baixos

Quando estamos exauridos, com a autoestima baixa, devemos nos alimentar com aquilo que está ao nosso alcance. Não fique procurando cuidadosamente pelo melhor nutriente emocional. Fique com o que está mais fácil.

Metaforicamente, quando estiver desnutrido, pegue os frutos que estão nos galhos baixos (low-hanging fruit). Sabemos que tais frutos são menores, pois alguém já cuidou de colher as melhores. Quando olhamos a árvore, enxergarmos frutos enormes nos galhos superiores, e pode ser um trabalho hercúleo chegar até eles. Por outro lado, os frutos ao alcance da mão, embora menores, irão te prover de nutrientes suficientes para você pensar com calma. Isso vai te ajudar ainda a maquinar um artifício engenhoso para chegar até os frutos maiores.

A ajuda que vem quando preciso.

Peço sempre pela ajuda que vem quando preciso. Mas preciso estar sempre com o coração aberto para perceber quando a ajuda chegar. Tenho que reconhecer que eu sempre tive a ajuda quando precisei.

É importante entender que a ajuda nem sempre é uma mão estendida para te salvar do abismo, mas pode ser uma simples iluminação nas ideias e nos caminhos a escolher.

Nos momentos de indecisão e dúvidas, uma observação, uma informação adicional é de grande ajuda, e isso pode aparecer de qualquer lado. Às vezes, um segundo te livra do perigo, e é preciso entender essa ajuda.

A porta de entrada é aberta por dentro.

As dádivas chegam a você pela porta de entrada, e esta porta é aberta por dentro, por você mesmo.

Isto significa que você precisa estar aberto para receber o que a vida tem para te oferecer.

Mas não é assim que normalmente nos colocamos, receptivos, de coração aberto. Muitas vezes estamos fechados para receber.

Atenda quem bate à porta.

A aceitação é uma capacidade que temos que desenvolver. Quando aceitamos, permitimos que aquilo que nos atormenta vá embora.

É o paradoxo da mudança. Exatamente quando aceitamos o que não queremos é que permitimos que ele nos deixe em paz.

Funciona como alguém que bate à sua porta insistentemente. Você sabe que não é alguém que você gostaria de encontrar.

Pedir e abrir a porta para receber.

Quantas vezes pedimos por algumas graças e reclamamos que não as recebemos.

Será que estivemos abertos para receber.

Estivemos atentos para perceber quando a graça batia em nossa porta?

As maneiras como as graças nos são concedidas nem sempre são como imaginamos.

Pode ser uma loteria, um casamento, um emprego? Certamente sim.