adversidades Posts

Obstáculos na subida e na descida.

A jornada da vida é longa, graças a Deus.

Mas não é uma maratona longa e entediante. É uma corrida longa com barreiras de toda sorte.

Quando o caminho é íngreme, parece que os obstáculos crescem na nossa frente.

Mas há muitos obstáculos na descida também.

A pior coisa que já aconteceu.

Todos nós temos um fato, uma passagem que foi sem dúvida a pior coisa que nos aconteceu.

Vamos fazer um exercício interessante, relembrando o fato.

Pegue um papel e comece a escrever sobre o fato, assim como você vê hoje.

Pode ser a morte de um familiar, o descasamento, a doença ou a perda do emprego, algo que realmente marcou a sua vida.

Catástrofes não tão catastróficas.

Muitas situações que imaginamos catastróficas acabam não se confirmando.

Será que temos uma tendência de imaginar sempre o pior?

Acho que não. Precisamos na verdade é recuperar o senso de proporção.

Nem tudo está perdido, e se tivermos um pouco de calma vamos encontrar a saída.

A vida não é fácil para ninguém.

A vida não é fácil para ninguém, e quem pensa que a vida do outro é fácil, está redondamente enganado.

Mesmo as pessoas que aparentemente levam a vida na tranquilidade, no fundo, enfrentam uma carga de problemas tão grande quanto a nossa.

A vida é assim mesmo, problemas, reflexões, soluções e realizações.

Muito do que conseguimos na nossa vida é a solução dos problemas e o crescimento frente às adversidades.

As dificuldades não precisam nos esmagar.

Nenhum problema dura para sempre.

Você pode dar conta de resolver os seus problemas e sobrepujar as dificuldades, um dia de cada vez.

Aceitar o que está fora do meu controle. Pratique a oração da serenidade.

Ninguém recebe uma cruz maior do que consegue carregar. Aprendi isso lá atrás e postei em: não reclame da sua cruz.

Me livre da obsessão pelos outros.

Outro dia, li num livro a história do gênio da lâmpada, que te oferece os pedidos. Nesse caso, o gênio te oferecia apenas um pedido, mas tinha que ser algo não material – nada de dinheiro, riqueza, castelos ou viagens.

O autor do livro, conta que pediria o equilíbrio para lidar com as adversidades da vida.

Pensei comigo mesmo, o que pediria?

Pensei na capacidade de lidar com as adversidades, tirando sempre uma boa lição.

Vítima de forças invisíveis.

Quantas forças invisíveis nos impedem de progredir.

Muitas dessas forças estão somente na nossa cabeça.

É o boicote pessoal e as armadilhas que criamos nós mesmos.

São as cascas de banana que nós vamos colocando no nosso próprio trajeto.