acredite na vida Posts

O que não está perdido

Podemos achar que o trem descarrilhou e que tudo está perdido, mas temos que aprender a desviar um pouco o olhar de tanta coisa ruim, tanta coisa errada.

Quando damos uma folga no nosso senso crítico para coisas erradas, podemos ver o que não está errado, e o que ainda tem conserto. O mundo não está perdido, mesmo que você só esteja enxergando desgraças e problemas intermináveis.

Sempre há um jeito, uma solução, e quando olhamos com o filtro positivo, vamos encontrar o melhor caminho.

O pesadelo.

O pesadelo pode não ter nada a ver com a realidade.

É comum, e já me aconteceu inúmeras vezes, de sonhar com alguma coisa que tem me preocupado recentemente.

Interessante que quando acordamos, nos damos conta da catástrofe que somos capazes de imaginar quando estamos dormindo, sonhando, com a imaginação totalmente solta.

Acho que a vida é um pouco assim, mesmo quando estamos acordados temos a capacidade de imaginar verdadeiras catástrofes acontecendo na nossa vida, como se o perigo fosse iminente, e fôssemos sempre a vítima de preferência para tudo que é perigoso.

A busca de um alicerce sólido.

Buscamos sempre um alicerce firme para nossas vidas.

Sabemos que para construir uma casa segura, precisamos de alicerces sólidos.

Assim é a vida, e temos que refletir o que na verdade podem representar alicerces sólidos.

Será que é um patrimônio concreto e rentável?

Um casamento saudável e filhos bem criados?

Um emprego seguro e uma aposentadoria confortável?

Minha vida virada pelo avesso.

Quem nunca sentiu a vida virada pelo avesso. Já me senti assim, como se tudo estivesse virado pelo avesso.

Nada mais estava no lugar, a vida familiar, o trabalho, perdi o rumo.

Perdi o chão, como se costuma dizer, aliás, nem conseguia ver mais o chão.

Nessas situações, há que se ter calma. A tempestade vai passar, pois não há mal que dure para sempre.

Uma boa razão para ter esperança.

Não tenho qualquer razão para acreditar que o futuro será pior.

Tenho uma vida boa, sou feliz a maior parte do tempo, e todas as indicações são razões de sobra para ter esperança no futuro.

Devo olhar a vida com otimismo. Tenho sessenta anos e ainda em processo de crescimento pessoal, e sei que posso fazer melhor.

Posso aprender com meus erros, relevar os contratempos e seguir de cabeça erguida.