acredite na sua capacidade Posts

Acredite na sua capacidade.

Grande parte da nossa capacidade é arruinada exatamente no momento que deixamos de acreditar nela.

Como disse Henry Ford: ou você pensa que pode ou que não pode, e está certo em ambos os casos. Nós mesmos prognosticamos o resultado, e por esse motivo, temos que acreditar em nós mesmos.

Acreditar coloca as coisas mais perto da realização, e desacreditar as distancia de imediato.

Faça o que for necessário para concretizar os seus sonhos e realizar os seus projetos, ou vai passar a vida, contratado para realizar os sonhos dos outros.

Acreditar em si próprio é essencial.

Você vai enxergar as oportunidades, pois os caminhos e desafios se encaixam nas suas potencialidades.

Facilitar encontrar as soluções e alternativas, pois acreditamos que podemos executá-las.

Acreditar em si estimula e nos empurra para a ação, nos tira da imobilização.

Vamos transbordar confiança e as pessoas sabem que podem acreditar na gente.

Não culpe as circunstâncias.

Não culpe as circunstâncias pelos seus fracassos ou resultados negativos.

Elas são parte da sua realidade e você tem que aprender a lidar com elas.

Enquanto culpamos as circunstâncias, não criamos as condições para que elas mudem e nos favoreçam.

O mundo que nos cerca é moldável, e temos que exercer esse poder que temos, para construir as situações que nos são favoráveis.

Mentes separadas.

Um motivo para preocupação, ansiedade e estresse, é a permanente preocupação com o que os outros pensam.

É claro que me interesso pelo que os outros pensam, mas ficar excessivamente preocupado com isso, eu sei, é um comportamento obsessivo, e uma fonte de estresse.

Há casos onde a preocupação excede não só o que os outros pensam da gente, mas também sobre o que os outros pensam de tudo.

Protegendo a pequena chama.

Há várias coisas dentro de nós que  pode ser representada por uma pequena chama de uma vela. Delicada, frágil e pode se apagar ao menor vento.

Há que protegê-la.

Uma lufada de vento, uma pequena distração e lá se foi a chama.

Às vezes essa chama é a confiança que temos em si mesmo.

Pode ser a percepção da abundância da vida.

Vítima de forças invisíveis.

Quantas forças invisíveis nos impedem de progredir.

Muitas dessas forças estão somente na nossa cabeça.

É o boicote pessoal e as armadilhas que criamos nós mesmos.

São as cascas de banana que nós vamos colocando no nosso próprio trajeto.