aceite os outros Posts

Olhe para o lado bom das pessoas

Olhe para o lado bom das pessoas

Olhe e preste atenção no lado bom das pessoas. Aproveite o que elas têm de melhor.

Tire proveito do lado bom de cada relacionamento. Somos seres sociais, estamos bem quando convivemos em harmonia com os outros.

Aceitação não quer dizer aguentar tudo

Aceitação não quer dizer aguentar tudo

Aceitação não quer dizer aguentar tudo, se fazer de capacho dos outros.

Precisamos aceitar aquilo que está fora do nosso controle. Parar de carregar pedras na mochila, dar murro em ponta de faca. Aceite a vida por inteiro. Saboreie a vida como ela lhe foi agraciada.

Aceitação não é fraqueza

Aceitação não é fraqueza

Aceitação não é fraqueza e sim a capacidade de deixar ir, se libertar das coisas que não temos controle. Significa que você é forte o suficiente para cortar as amarras.

Não dê tanto poder para os outros te ferirem

Não dê tanto poder para os outros te ferirem

As pessoas nos magoam, muitas vezes por descuido e outras vezes deliberadamente. Mas o poder que elas têm de nos causar mal é dado por nós mesmos.

Veja o seguinte exemplo:

Um rapaz descuidado e grosseiro esbarra na senhora A no supermercado, e ao deparar com o olhar de reprovação da senhora, o rapaz faz cara feia e joga a seguinte observação – O que foi? É alguma coisa comigo?

A senhora A fica sem palavras diante de tanta grosseria, se vira para o lado e sai resmungando alguma coisa.

O caminho da harmonia e da paz

Queremos paz e harmonia, mas nem sempre o convívio com os outros segue esse diapasão.

Olhe com atenção como andam seus relacionamentos e especialmente os conflitos. Baixe o tom. Busque uma solução pacífica para as desavenças.

Quando pensamos nisso, vêm logo na cabeça os exemplos de Gandhi, Dalai Lama, Martin Luther King, e vale a pena inspirarmo-nos neles e em outros tantos para a nossa vida cotidiana.

O quanto sou diferente dos outros e ao mesmo tempo muito parecido

O quanto sou diferente dos outros e ao mesmo tempo muito parecido

Gostamos de pensar que somos diferentes dos outros, e às vezes ficamos buscando evidências das diferenças até para justificar diferentes opiniões e ações.

Isso acaba afastando as pessoas, pois devemos buscar afinidades, interesses convergentes e razões para estarmos juntos.

Busque os pontos comuns com os outros.

Somos iguais nas diferenças.

Somos diferentes nas semelhanças.

Mesmo quando buscamos as mesmas coisas, o contentamento em atingir é diferente de pessoa para pessoa.

Felicidade tem um significado diferente para cada um.

Saiba lidar com discussões polêmicas

Saiba lidar com discussões polêmicas

O mundo se tornou tão complexo que é difícil evitar algumas discussões polêmicas.

E as discussões acaloradas, ideológicas, religiosas e profissionais acabam maculando amizades que antes pareciam sólidas. Os relacionamentos no trabalho e o próprio ambiente acaba se degenerando.

Às vezes, a simples maneira de se comunicar, transforma uma discussão simples numa polêmica.

Outras vezes, não demonstramos qualquer flexibilidade, não arredamos pé e fazemos uma nos vemos numa discussão sem fim.

Sempre me vem à mente um trecho do livro: O Zen e a Arte da Manutenção de Motocicletas de Robert Pirsig, que já comentei algumas vezes, mas vou repetir, pois cabe muito bem no tema de hoje.