Aceitação Posts

Quem fui e quem sou.

Já fiz muitos retrospectos da vida.

Já me arrependi de tanta coisa e me culpei por muita coisa que aconteceu ou não aconteceu.

Me arrependi de caminhos não escolhidos, e me ressenti por convívios abandonados.

Sou diferente do que fui, embora procure manter minha identidade e autenticidade.

Não corrija os outros.

Evite corrigir os outros, especialmente na frente de outros.

Não somos professores e nem somos aqueles sabichões que temos sempre algo para corrigir nos outros.

Isso vem sempre da prepotência, de achar que somos como ajudantes de Deus e devemos cuidar para todos sejam perfeitos.

Vem da prepotência de achar que nós sabemos o que é certo e portanto, temos o dever de consertar os outros.

A vida é um pacote inteiro.

A vida é repleta de coisas boas e outras tantas que não tão boas – pelo menos é assim que eu vejo.

Mas o pacote, de maneira geral, é muito bom, é fica melhor à medida que aceitamos o pacote por inteiro.

Aprendemos com o tempo e com a maturidade a lidar com as coisas ruins.

Ver as coisas como são.

Temos uma tendência a ver as coisas de maneira distorcida. O mundo não é perfeito no nosso conceito.

Há tanta coisa que faríamos diferente, fôssemos nós o criador, mas não somos.

É bom aprender a ver o mundo como é, e não como gostaríamos que fosse.

Quando colocamos muita vontade criadora no nosso olhar, distorcemos tudo que olhamos.

Esperando pelo dia que nunca chega.

Sempre estamos esperando alguma coisa acontecer, mas isso não pode nos impedir de seguir a vida adiante.

E parece com aquela coisa de criança esperando pelo dia de sair de férias e ir para a praia – parece que o dia que nunca chega.

Há pessoas que estão sempre esperando por algo que pode não vir nessa vida, e podem com isso abandonar os projetos e deixar de seguir adiante, realizando, prosperando e crescendo.

Não espere muito tempo – faça uma avaliação honesta.

Não saiu como eu gostaria.

O que devo fazer quando as coisas não saem como gostaria?

A primeira coisa é aceitar aquilo que está fora do seu controle.

Nem tudo sai como gostaria, e nem por isso o mundo tem que acabar.

Tenho que afastar de vez o espírito perfeccionista.

Você e seus problemas.

O tamanho dos nossos problemas é bastante relativo, e reduzi-lo em muitos casos é um trabalho mental.

Olhar para os problemas com auto-estima elevada, de cabeça erguida, com olhar altivo, nos coloca em melhor situação.

Você cresce e seus problemas diminuem.

Você fica pequeno e de repente percebe que os problemas cresceram de tamanho, e as coisas que estavam escondidas apareceram travestidos de novos problemas.