Sucesso.

O que é o sucesso para você?

Eu coloquei meu terno, dirigi 400 km para disputar um concurso local de karaokê. Na minha categoria, com três candidatos, fiquei em terceiro lugar. Para mim foi um sucesso, pois aproveitei toda a preparação, o reencontro com os amigos, a confraternização, enfim, a colocação fracativa não foi motivo para tirar o brilho da experiência.

O sucesso conduz à felicidade ou a felicidade conduz ao sucesso?

De novo a história do ovo e da galinha.

O blog – Dumb Little Man – diz que argumentos podem surgir de ambos os lados, mas que o sucesso vem de dentro de cada um, acreditando no seu valor e no seu potencial.

Diz ele, que acredita que a felicidade conduz ao sucesso pelos seguintes motivos:

– a positividade é a mãe do sucesso, e a positividade leva a uma crença na própria capacidade de realizar, e a felicidade é a virtude da positividade.

-está na cabeça de cada um, é a crença de que aquele que faz o que ama tem maior chance de sucesso, e a auto-estima elevada conduz à busca incansável do sucesso.

-eu tenho sucesso quando outros têm sucesso, e ser feliz, é um pré-requisito para gostar das pessoas e ser generoso.

-a felicidade nos leva a gostar de si próprio e a cuidar da saúde e do corpo, o que nos permite perseguir o sucesso com mais desenvoltura.

-a felicidade nos traz a abundante confiança nas nossas habilidades, assim como a resiliência necessária para me recobrar dos reveses da vida.

-a energia que traz a felicidade nos permite a constância de propósito para chegar onde queremos chegar.

-a felicidade nos ilumina para desafiar os limites que possamos ter imaginado, elevando a nossa auto-estima.

-a concentração no momento, sem os ressentimentos do passado e as angústias sobre o futuro, nos permite usufruir com felicidade daquilo que fazemos agora, nos reservando chegar ao destino com sucesso.

Um artigo no The Guardian – The recipe for success: get happy and you will get ahead in life – seja feliz e você vai vencer na vida, aponta outros argumentos na mesma linha.

As pessoas felizes ganham mais dinheiro, são mais sociáveis, e enfatizam suas emoções positivas, o que lhes permite sucesso no trabalho, saúde melhor, e um sistema imunológico mais fortalecido.

Comenta o artigo, baseado em estudos de dois especialistas no assunto, Ed Diener e Sonja Lyibomirsky, que as pessoas tristes podem aprender a utilizar mecanismos para impulsionar a felicidade. E mais ainda, governos deveriam implementar políticas publicas para uma nação mais feliz que consequentemente seria uma nação mais produtiva e prospera.

Passe adiante.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta