Sorria.

Sorria e leve a vida com mais alegria. Nos momentos mais difíceis, aí é que precisamos de calma e serenidade.

Sorrir pode não resolver os seus problemas, mas te dá mais condições de enfrentar as situações de cabeça erguida.

Harvard Business Review:

Como diz um artigo da Harvard Business Review, sorria e não lata nos momentos difíceis.

Comenta o artigo que quando um time de qualquer esporte enfrenta dificuldades, os membros da equipe tendem a parar de raciocinar. Passam então a seguir o humor e as indicações do treinador.

Neste caso, se o líder demonstrar irritação, insegurança e raiva, vai passar esse mesmo espírito ao time, o que vai complicar mais a situação já difícil.

Portanto, enfrente os problemas com um espírito positivo. Lembre-se que você já passou por muitas situações complicadas e logrou êxito.

Quando passamos a praguejar, demonstrando irritação, as pessoas que nos apóiam passam a assimilar esse comportamento,. Assim, as nossas chances de resolver os problemas são reduzidas.

Estudos:

Segundo estudiosos, as pessoas apresentam, alguns mais outros menos, a tendência a ler e encontrar explicações nas emoções dos outros. Isto recebe o nome de motivação epistêmica.

Algumas pessoas encontram uma explicação ligeira e superficial e passam a imitar tal comportamento, o que pode denotar uma baixa motivação epistêmica.

Outras buscam profundamente as causas de tal comportamento, e conseguem compreender, e eventualmente não imitam, o que pode denotar uma alta motivação epistêmica.

O fato é que vale à pena calibrarmos as nossas reações, especialmente quando estamos em condições de influenciar o comportamento de outras pessoas.

Sorrir, demonstrar calma e controle da situação sempre dá melhor resultado.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta