Simplifique a sua vida.

Simplifique a sua vida em tudo que puder.

Isso não quer dizer tirar o prazer de viver, mas sim evitar sobrecarregar os compromissos sociais e exagerar no consumo de tudo.

A correria do dia-a-dia, a agenda cheia e um estilo de vida sofisticado pode não deixar tempo nem tranquilidade para se dedicar a si próprio.

O prazer de viver pode estar nas coisas simples.

O perfume de uma flor, o sorriso de uma amiga, um momento para respirar fundo e apreciar uma paisagem bonita.

A vida pode se tornar um processo complexo se abrirmos mais frentes que conseguimos tocar, assumimos mais compromissos que o nosso dia permite e estocamos mais coisas que conseguimos consumir ou utilizar.

As pressões, os problemas, as expectativas e as oportunidades, trazem interações e compromissos, nos levam ao estresse, falta de tempo, desarmonia, frustrações, e infelicidade.

Dedique menos tempo:

– escolhendo coisas e adquirindo novos hábitos de consumo;

-atendendo a compromissos fúteis;

-preenchendo tabela e coisas protocolares;

-atendendo a compromissos onde não está o seu coração;

-correndo atrás do dinheiro.

Dedique mais tempo:

-melhorando as relações;

-organizando as coisas em seu ambiente – casa/trabalho;

-atividades realmente prazerosas;

-relaxamento, e o prazer de não fazer nada;

-vivendo o momento presente;

-exercitando a sua generosidade.

Para quem quer explorar mais maneiras de tornar a vida simples, vale a pena ler a postagem de Leo Babauta no seu excelente blog ZenHabits.

Passe adiante.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked