Seja você mesma a semente do amor.

O amor está dentro de cada um. Faz parte de nós.

Deixar o amor brotar em cada relacionamento é o que deveríamos fazer.

Não confundo o amor pleno com aquele do relacionamento amoroso, o compromisso conjugal.

O amor pleno pode e deve estar presente em qualquer relacionamento.

O amor é o caminho:

O amor pode ser o fio condutor em tudo que expressamos, inclusive com os animais e com outros elementos da natureza.

Aquele que traz o amor, pode apaziguar o conflito, pode aplacar a dor.

Temos essa capacidade e devemos exercitar.

Toda vez que nos expressamos, devemos deixar claro que o fazemos com amor.

Sempre que nos sentimos enraivecidos, devemos abrir espaço para o amor dominar.

Quando a melancolia esbarra em nós e nos sentimos carentes, deixemos o amor nos acalentar.

O amor é o conforto, o cobertor quentinho, o guarda chuvas na garoa fria.

Certamente preferimos o conforto ao mal estar, mas nos esquecemos dos elementos que nos permitem isso.

O amor pode, o amor deixa, o amor facilita.

E tudo isso está na nossa responsabilidade, cabe a nós, está na nossa capacidade fazer.

Comece pequeno, como toda recomendação.

Queremos evoluir, e os pequenos passos servem para isso, assim como o bebê que ensaia os primeiros passos.

Não se incomode com progresso lento, pois o importante é que você caminhe para frente.

O amor é harmonia e singeleza, mas pode nos surpreender de modo maravilhoso.

Se deixe dominar, e seja você mesma, a mensageira, a semente do amor.

Beco

frase do dezembro

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked