Seja firme e não raivoso.

Há muitas ocasiões que temos que colocar a nossa insatisfação, a nossa reprovação e descontentamento.

Devemos fazer isso de forma firme, mas não raivosa. A serenidade é valiosa nessa hora também.

Entenda que o seu descontentamento pode ser construtivo, motivar mudança na forma de agir de outra pessoa.

Quando colocamos raiva nas nossas palavras, vamos provocar uma reação parecida, e aí não vamos aproveitar nada.

Reações:

O ser humano reage de maneira adversa quando recebe um feedback em tom belicoso. O instinto natural FFF (fight-fly-freeze) entra em cena, e no caso de relacionamentos pessoais, raramente as pessoas fogem ou lutam, e normalmente congelam.

O congelamento implica em desligar alguns sentidos e ativar outros. O primeiro sentido que é drasticamente desligado é o da audição.

Começamos a gritar e a outra pessoa para de ouvir, quanto mais aos brados falamos, menos a pessoa ouve.

Se quisermos tirar um proveito positivo e construir em cima dos nossos comentários, temos que fazer com serenidade.

Uma dica valiosa é começar com algumas palavras neutras ou positivas antes de entrar na carga negativa.

-De uma maneira geral, gostei bastante dos resultados do trabalho, além da conclusão dentro do prazo – mas tenho um comentário que pode te ajudar nos próximos projetos, ou ainda na correção de algumas coisas nesse mesmo – e siga adiante.

Você pode ainda fazer o sanduiche de comentários. Começando por um comentário bom, passando pelo negativo e encerrando com um bom comentário, e esse último pode inclusive ser dissociado do trabalho – o time de futebol – os filhos – a carreira.

Você sempre terá benefício de ser direto e objetivo, exceto quando o fizer com tom raivoso, e aí o prejuízo é enorme.

Os relacionamentos ficam seriamente abalados depois de uma gritaria, pois os eventos negativos grudam no nosso cérebro mais rapidamente que os positivos, e nas ocasiões que interagimos com as pessoas, a lembrança negativa bem logo na memória.

Com um pouco de cuidado ao falar, podemos evitar muitos aborrecimentos.

Pratique a empatia. Ninguém gosta de receber comentários e críticas raivosas.

Seja generoso ao distribuir comentários, e não critique desnecessariamente. Faça-o quando estiver claro que o resultado pode ser construtivo e positivo.                                                       R.S. Beco

 

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta