Se livre da armadura.

Estamos sempre armados para alguma coisa, e com isso, fechados para o crescimento pessoal.

Até parece que vamos para a guerra.

Se livre da armadura.

Estamos sempre armados para rebater as ofensas, mal tratos, revidar, dar o troco.

Fique mais aberta para o aprendizado. Quando estamos abertos, qualquer um pode ser nosso professor.

Eu sei que o mundo é hostil e frequentemente nos sentimos atacados e saímos emocionalmente abalados, mas usar uma armadura não é uma boa recomendação.

A aceitação, a serenidade, uma atitude positiva e compassiva pode ajudar, mesmo quando a situação for de conflito.

Podemos ser atacados na auto-estima, podem nos diminuir. Tenha calma nessa hora – não parta para o contra ataque.

Expresse o seu descontentamento, serenamente e honestamente, sem se alterar ou atacar de volta.

Evite ficar contando o fato para si mesmo – é o incidente remoendo na sua mente.

Analise friamente qual a dimensão do dano – será que você foi mesmo ferido?

Se imagine caindo da bicicleta – avalie onde se machucou e qual a dimensão do ferimento. Pode ser apenas superficial.

Se imagine inteiro, sem nenhum arranhão. Isole o evento para que o sentimento negativo não contamine tudo na sua vida.

Sobretudo – não se faça de vítima.

Conte para algum amigo íntimo sobre o incidente.

Você vai ver que não é tão grave assim, e que você não precisa sair usando uma armadura contra tudo e contra todos.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta