Empatia: uma das mais difíceis e importantes características

Empatia: uma das mais difíceis e importantes características

A correria do nosso cotidiano nos desliga dos sentimentos das outras pessoas. Vivemos as situações com os outros, mas o fazemos no automático.

E também, é difícil, quando estamos muito centrados em nós mesmos, perceber os sentimentos das outras pessoas.

Essa tarefa é bastante prejudicada quando estamos focados na aparência das pessoas e no seu status.

Da mesma maneira como escondemos os nossos sentimentos as outras pessoas fazem o mesmo, tornando difícil um relacionamento transparente, rico e construtivo.

Esteja atento, perceba o que está ocorrendo por detrás da capa superficial das pessoas, respeite as diferenças e conviva bem com as pessoas.

Sobretudo, aprenda a se conhecer e a reconhecer os seus sentimentos em todas as ocasiões para então usufruir das riquezas individuais dos seus interlocutores.

Falar e ouvir:

Já comentei aqui sobre falar e ouvir. Devemos desenvolver a capacidade de ouvir as pessoas como um primeiro passo para aprender sobre os seus sentimentos.

Quem não consegue sequer ouvir o que o outro está falando, tem um longo caminho a percorrer.

Quando os outros nos irritam, aí as coisas ficam difíceis, pois partimos logo para o ataque, o revide, e a leitura dos sentimentos que estão por trás do incidente fica totalmente prejudicada pela névoa da emoção.

Mas tem jeito.

O exercício da empatia é essencial. Se colocar no lugar do outro, sentir você mesmo a dor e o desconforto te permite inferir com mais propriedade sobre os sentimentos que a outra pessoas está experimentando na ocasião.

Se faça algumas perguntas para ajudar:

-será que ela está sentindo…..?

-quem sabe ela pensou que eu….?

-será que ela quer…..?

-será que ela não gostou….?

-será que ela sente a mesma coisa…?

-o que será que ela está querendo dizer com isso…?

Ouça sem interromper e procure interpretar o que está por detrás das palavras. Não tome as palavras literalmente. Num relacionamento, a interpretação do que é dito está muito além do dicionário.

Dê um sinal positivo durante a conversa como maneira de encorajar a outra pessoa a prosseguir a explicação.

Dê um sinal positivo para que ela vá fundo na expressão do seus sentimentos.

Valide o que está sendo dito.

–eu entendo que você está dizendo.

-eu entendo o que está sentindo.

Seja um confidente amigo, honesto e reservado, e você vai encontrar também alguém que seja isso tudo pra você.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta