Se bobear, a vida fica curta.

Chega uma hora que não dá mais para gastar o nosso tempo com besteiras.

Acho que essa recomendação vale sempre, para qualquer idade.

Sem dúvida se torna fundamental quando já cruzamos o limite do idoso.

Quando isso acontece, deveremos já ter desenvolvido alguns mecanismos da maturidade, que faz com que a nossa atenção não se prenda mais ao supérfluo ao fútil e desnecessário.

Tempo perdido:

Certamente se inclui nessa cesta de inutilidades, falar mal dos outros, cuidar da vida dos outros, ocupar a cabeça com coisas que não nos dizem respeito, planejar, pensar e buscar o mal de outras pessoas.

A vida é curta, e nos damos conta disso quando já avançamos um bom bocado dessa jornada.

Eu estou completando 60 anos este ano e fui lembrado deste pensamento por um familiar que completa 86 anos este mês.

A vida vai ficar curta se nos engajarmos em atividades sem sentido, besteira completa. E eu deveria saber disso com clareza, ao cruzar essa fase da vida, assim disse ele.

Fazemos muitas besteiras e nos metemos em empreitadas realmente inúteis, faz parte da vida.

Mas chega um ponto que isso tem que acabar, penso eu.

Não é uma questão de cunho econômico, gastando energia naquilo que nos interessa, mas colocar a nossa atenção naquilo que faz sentido para nós, que contribui para o nosso crescimento, especialmente espiritual.

Não é à toa que nos tornamos mais generosos e altruístas com a idade.

Pensamos no futuro do planeta, pensamos no legado espiritual, aprimoramos a nossa capacidade empática e compassiva.

Enfim, tem hora pra tudo, mas agora não há tempo para perder com besteiras.

Beco

2 Comentários

xoxobr

about 6 anos ago

Eu também penso assim, as pessoas deixam de fazer várias coisas, e ficam se preoucupando com coisas inúteis, deixando de viver, deixando a vida passar. Eu ainda estou aprendendo a fazer isso também, não fico mais discutindo por causa de besteira, não quero ficar fofocando da vida dos outros, tem gente que faz isso bastante, e fico pesando o quanto elas disperdiçam a vida delas, se preoucupando com besteiras.

Responder

Jessica

about 6 anos ago

Eu vejo pessoas que moram perto de mim, e ficam perdendo tempo com besteiras, falando da vida dos outros, se preoucupando com coisas inúteis, e vejo o quanto elas estão perdendo tempo com isso, também acho que temos que nos importar com o que realmente é necessário, e não com besteiras.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta