Se afaste das pessoas pequenas.

Se afaste das pessoas pequenas de espírito, elas também te puxam para baixo.

Pessoas são pequenas porque não crescem nunca. Estão sempre apegadas às coisas rasteiras, materialistas e fúteis.

O crescimento está em alcançar as coisas um pouco mais no alto, e para isso é preciso humildade, a capacidade de estender a mão para o alto em busca de algo maior – aceitar crescer – aceitar mudar para melhor.

Pessoas pequenas de espírito estão sempre chafurdando o chão, se contentando com as migalhas da vida alheia, fofocas e mexericos.

Contaminação:

Ou nos afastamos delas ou acabamos nos contaminando, e basta conhecer o mundo da biologia para saber que a contaminação pode atingir novos e velhos, pobres e ricos, sábios e burros. Se cuide.

Nas exatas palavras de Mark Twain: “fique longe das pessoas pequenas que tentam depreciar as suas ambições, mas as pessoas grandiosas sempre te fazem acreditar que você consegue”.

Pessoas pequenas depreciam suas realizações e deflacionam os seus sonhos – estão aí para te desanimar.

Ao contrário, fique perto das pessoas grandiosas, que estão sempre do seu lado, na alegria e na tristeza, para te ouvir, ajudar e aconselhar.

O paradoxo:

É um paradoxo – pessoas pequenas de espírito fazem uma grande sombra e te impedem que você alcance a luz.

Busque a luz da verdade e da generosidade – se afaste da sombra da mesquinharia.

Suba os degraus do crescimento pessoal e olhe a vida com mais realidade. As coisas superficiais e desprezíveis se parecem pequenas, quando olhadas de cima da escada, e quando estiver bem no alto, elas não serão sequer visíveis.

Especialmente quando estamos machucados, em sofrimento, temos que nos afastar de tais pessoas. Elas vão nos afundar – vamos morrer afogados na mediocridade.

Busque sempre a luz, e sem erro, você estará num caminho seguro.

R.S. Beco

1 Comentário

renata

about 4 anos ago

gostei

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta