Saiba lidar com discussões polêmicas

Saiba lidar com discussões polêmicas

O mundo se tornou tão complexo que é difícil evitar algumas discussões polêmicas.

E as discussões acaloradas, ideológicas, religiosas e profissionais acabam maculando amizades que antes pareciam sólidas. Os relacionamentos no trabalho e o próprio ambiente acaba se degenerando.

Às vezes, a simples maneira de se comunicar, transforma uma discussão simples numa polêmica.

Outras vezes, não demonstramos qualquer flexibilidade, não arredamos pé e fazemos uma nos vemos numa discussão sem fim.

Sempre me vem à mente um trecho do livro: O Zen e a Arte da Manutenção de Motocicletas de Robert Pirsig, que já comentei algumas vezes, mas vou repetir, pois cabe muito bem no tema de hoje.

Rigidez Moral:

Falando sobre a rigidez moral, explica Pirsig que lá na Ásia Meridional, os índios utilizam um recurso para capturar os macacos.

Eles amarram um coco cheio de arroz numa árvore.

O coco tem uma abertura suficiente para que o macaco enfie a mão vazia, mas não tão grande que permita ele tirar a mão cheia de arroz.

Diz Pirsig, numa explicação alegórica comportamental, de que o macaco acaba sendo capturado pela sua rigidez moral.

A inflexibilidade do macaco não permite que ele analise se é melhor abrir mão do arroz e preservar a vida, ou seja, a discussão interna inflexível do macaco não abre mão de uma posição nem que isso lhe custe o que ele tem de mais precioso.

Não precisamos ir longe para ver que isso acontece também com humanos.

Quantas vezes presenciamos discussões tão sem pé nem cabeça, com posições tão radicais e extremadas? E mais, se prestarmos uma atenção maior, nos vemos, nós mesmos protagonizando esse papelão.

Vale a pena moderarmos a carga emocional, especialmente quando as discussões forem polêmicas, ao passo em que exercitamos a empatia, se colocando no lugar do outro, facilitando com isso o entendimento ao invés da discórdia.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta