Saber e sentir – uma experiência humana.

Somos seres pensantes, não temos dúvida.

Mas a experiência humana se completa com o sentir, experimentar, aprender com o exercício e a prática.

O potencial humano se desenvolver em cima do saber e do sentir.

Sabemos, conhecemos, refletimos, elaboramos e compreendemos, mas o real potencial humano se realiza quando exercitamos, praticamos e sentimos a realidade.

Significado:

Sou religioso, e gosto de ler as escrituras, mas certas coisas, levei muitas décadas para entender.

Agora que entendo e aprecio o significado, vem a segunda parte – praticar – sentir na pele a aplicação do conceito.

E quando sentimos, experimentamos o bom e o ruim, aquilo que funciona e aquilo que não funciona, o que gostamos e o que não gostamos é que realmente estamos vivendo.

Nada é mais importante do que viver conscientemente, sentindo e sabendo exatamente o que está acontecendo contigo.

Mas não é tão fácil assim.

Andamos no piloto automático, de segunda a sexta, fazendo o que já está programado no trabalho, chegamos ao final de semana e tudo parece também programado.

Não questionamos mais sobre o nosso projeto pessoal, aquilo que nos trás contentamento, o que dá significado às nossas vidas.

Seu legado:

O que estou fazendo aqui, neste planeta?

Qual vai ser o meu legado?

Vou ser lembrado depois que morrer? Do que serei lembrado?

Quando chegar o dia da partida, estarei satisfeito com tudo que vivi?

Estou satisfeito hoje com o curso da vida, com a jornada?

Às vezes achamos que sabemos tudo sobre nós, conhecemos tudo, mas podemos estar muito enganados.

Podemos saber sem sentir, sem experimentar, pois sabemos uma coisa, mas na verdade estamos tão ocupados na nossa esteira hedônica que não conseguimos responder nenhuma pergunta sobre o nosso projeto pessoal.

Estamos caminhando com a corrente, nos deixando levar.

Temos que acordar – acordar para a vida.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta