Respeite a sua individualidade

Respeite a sua individualidade

Respeite a sua individualidade. O lado estranho de respeitar a todos e fazer o que todos querem é que todos gostarão de você, exceto você mesmo.

Temos que ouvir os outros, usufruir de suas experiências, mas a nossa razão e o sentido que isso faz para nós tem que prevalecer. Uma fábula que ilustra bem esse princípio é o do homem que vai ao mercado com seu filho e o burro.

Pai, filho e o burro

Primeiramente ele cavalga o burro enquanto o filho caminha ao lado. O comentário que se ouve é “que velho malvado, deixa o filho caminhar enquanto cavalga o burro”.

Ele salta do burro e coloca o filho. Passa então a ouvir: “que falta de respeito deste jovem, cavalga o burro e deixa o pobre do velho caminhar”.

Ele tira o filho do burro e caminham ambos ao lado do burro. Ouvem agora: “ quem é o burro aí, caminham enquanto o burro vai leve e solto – afinal, pra que serve o burro?”

Os dois passam a cavalgar o burro. Ouvem: “que crueldade, duas pessoas cavalgando um único animal”.

Finalmente, ambos decidem carregar o burro nas costas e aí são hilariamente ridicularizados.

O pai chama o filho do lado e diz: viste meu filho que não importa o que você faça, haverá sempre alguém para discordar e criticar.

Ouvir os outros:

Ao abrirmos excessivamente os nossos ouvidos para o que os outros falam, podemos estar calando a voz mais importante, a nossa mesmo.

Temos muitas dúvidas na nossa caminhada – ouvimos os amigos chegados e familiares.

Vamos enveredar por um terreno que desconhecemos – procuramos a opinião de gente mais experiente.

Devemos analisar com cuidade a nossa realidade e fazer juízo daquilo que nos importa. Assim teremos condições de filtrar aquilo que nos vem de críticas e comentários, e fazermos as nossas escolhas com sabedoria.

Mente aberta,  e coragem para caminhar com segurança.

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta