Regrinha básica

Regrinha básica

Ser mais feliz é o projeto de todos. Eu criei uma regrinha para memorizar cinco ações, que, na minha opinião, são as mais importantes para a busca da felicidade.

A ideia é praticar as cinco ações de maneira intencional até que isso seja incorporada na sua maneira de ser, e a partir daí se tornar algo naturalmente praticado no dia a dia.

Esta regrinha da mão funciona muito bem para mim. PC3A.

Perdoar:

A primeira ação, para efeito de memorização começa com o polegar (P) e significa PERDOAR.

Não deixe que o ressentimento e o rancor ocupem lugar no seu coração.

Perdoar é se descarregar desse peso no seu coração, e com isso ficar mais leve.

Dizem que perdoamos na medida em que amamos, assim podemos perceber a conexão entre as cinco ações mencionadas nesta postagem.

Não julgue tantos as pessoas, e já mencionou Madre Tereza, que quem julga não encontra espaço para perdoar.

Todos nós temos algo para perdoar. Faça uma reflexão e veja que a vida está constantemente nos testando na nossa capacidade de perdoar.

Perdoar é descarregar o coração – é curar o coração.

Compartilhar:

A ação seguinte é (C) COMPARTILHAR, ser generoso. Compartilhar, nem sempre significa perder alguma coisa. Você pode dispor de algo que tem. Você não precisa de tudo isso.

Quando compartilhamos o nosso conhecimento não perdemos nada.

Ajudar e ser generoso, desloca o foco dos nossos problemas para outras questões.

Compartilhar deflagra uma cadeia de consequências positivas. Quem dá e compartilha ganha mais do que aquele que recebe. Por vezes ficamos inibidos em dar algo por achar pequeno demais, mas para o outro que recebe pode ser a medida justa.

As 3 ações seguintes começam com (A) e são:

Amar:

AMAR: Amar é olhar o mundo com os olhos do coração. Amar a si próprio e aos outros.

Amar é sentir a presença de uma Força Superior em tudo que nos cerca.

Sinta que não está só, que é amado na mesma proporção que ama os outros.

Coloque amor em tudo que faz. Todos os atos que menciono nesta postagem são atos de amor. Pratique. Expresse. O amor incondicional por si mesmo é uma condição para desenvolver amor pelos outros.

Um amor sem cobranças. Um amor sem imposições, sem prepotência. O amor incondicional não espera nada em troca.

Aceitar:

ACEITAR: Aceitar o que está fora do seu controle é o principal foco.

Importante – aceitar não quer dizer gostar. Muita coisa que devemos aceitar está na lista das coisas que detestamos. Elas apenas são o que são e estão fora do nosso controle.

A aceitação nos dá a liberdade para parar de lutar contra coisas que não irão mudar, a despeito do nosso total empenho nesse sentido. Aceitar os outros como são. Aceitar aspectos da vida que não podemos mudar.

Mesmo fazendo tudo para evitar a dor e o sofrimento, por vezes somos atingidos por eles – devemos aceitar.

A alegria e a realização fazem parte da nossa vida – devemos aceitar.

O mundo não é perfeito e as pessoas não são como desejaríamos que fossem – devemos aceitar.

Aceitação é a liberdade da agonia e da luta para mudar coisas que não estão no nosso controle.

Agradecer:

AGRADECER:  Valorizar o que recebeu.  Valorizar o que conseguiu.

Relembrar as graças recebidas te ajuda a saborear as coisas boas da sua vida. Vai te fazer lembrar o quanto você merece o que recebeu. Vai te elevar para outro nível espiritual. Agradecer estimula um comportamento social saudável. Reconheça que muito do que você é foi com a contribuição dos outros, a começar pelos seus pais. Receber as graças de maneira plena, com as duas mãos abertas nos faz perceber que estamos sendo alvos de um ato de bondade. Agradeça por tudo que tem.

Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta