Você pode ser feliz sem ser perfeita – Alice D. Domar.

Título: Você pode ser feliz sem ser perfeita – como se libertar das cobranças excessivas e se aceitar do jeito que você é.
Título Original: Be happy without being perfect.
Autor: Alice D. Domar PhD e Alice Lesch Kelly
Editora: Sextante.
Nº de Páginas: 235

COMPRAR

Você pode ser feliz sem ser perfeita - Alice D. Domar.Alice Domar ensina na Escola de Medicina de Harvard e dirige o Centro Domar de Saúde Física e Mental em Boston.

A experiência clinica e docente da Dra. Domar lhe permitiu escrever um livro muito bem ilustrado e que orienta muito bem a leitora a lidar com o perfeccionismo.

A autora é especialista na saúde da mulher e é a tônica do livro, mas todos podem se beneficiar com a leitura. As mulheres, em especial, podem encontrar na leitura muita explicação porque são tão duras consigo mesmas, afinal, quem vai dormir tranquila sabendo que a louça suja está empilhada na pia, mesmo depois de um dia cansativo e estressante no trabalho.

A escolha da autora em escrever juntamente com a jornalista Alice Kelly foi sábia, pois conferiu ao livro uma fluência agradável. O livro mostra de que modo você não precisa ser perfeita para levar uma vida plena e feliz.

As lições que ela ensina, de maneira muito prática, até pela sua experiência clínica, permite a qualquer pessoa trilhar o caminho da aceitação do mundo imperfeito, e a aceitação de si mesma, se libertando da tirania da perfeição, valorizando o que há de certo, possível e aceitável na sua vida.

Comenta a autora, que as mulheres foram educadas para cuidar mais dos outros e menos de si, colocando assim a felicidade fora do próprio alcance. A perfeição com que persegue a perfeição na casa, na família, no trabalho, no casamento, afastam a própria satisfação e bem-estar.

Vivemos um mundo imperfeito, e os meios de comunicação nos incitam a buscar a perfeição em todos os eventos e em todas as coisas, provocando assim um estresse enorme.

A Dra Domar explora muito bem a diferença entre querer a perfeição e esperar a perfeição, a primeira atitude é normal, enquanto a segunda é totalmente irreal e fonte de decepção e infelicidade. Aprendemos na leitura a aceitar que fizemos o possível e foi o suficiente.

O livro nos ensina como nos livrarmos das algemas do perfeccionismo que impomos a nós mesmos, definindo metas realistas, aliviando a vergonha e a culpa, gerenciando a ansiedade e evitando, de uma vez por todas, as expectativas irrealistas, enfim, afastando o perfeccionismo em todas as áreas da vida.

O livro é bastante prático, sugerindo estratégias que funcionam na correção das causas de tanto perfeccionismo.

É bom aprender a se aceitar mais, tolerar mais e cobrar menos de si mesmo.

O dano das exigências irreais que estabelecemos é grave, tanto quando dirigimos aos outros, quanto a si mesmo.

Não há uma só pessoa que não sofra um pouco com o perfeccionismo, e este livro é sem dúvida uma ajuda para qualquer um, validado pela reputação de quem ensina e aplica os conceitos nele ensinados.

Dra. Alice Domar é professora da Escola de Medicina de Harvard, dirige o Centro Domar de Saúde Física e Mental em Boston, bem como o Beth Israel Deaconess Medical Center. Iniciou desde cedo na carreira os estudos e trabalhos dedicados à saúde psicológica e física das mulheres e escreveu diversos livros nessa área.