Realize agora.

Como escreveu Peter Senge, “enquanto esperamos que as circunstância se equiparem às nossas expectativas, a vida está esperando que nos liberemos para realizar o que é possível agora”.

Temos que nos colocar em ação, fazer o que tem que ser feito com os recursos e capacidade que temos agora.

As condições ideais podem nunca acontecer. A ajuda ideal pode nunca aparecer. Somos nós, a tarefa e as circunstâncias e temos que dar conta.

Focalize nas coisas boas e nas coisas que adora fazer. Realize e se realize. Faça o que está no seu coração.

Faça hoje:

Isso vale para o trabalho bem como para a vida pessoal. Podemos fazer muita coisa exatamente agora, hoje, sem ter que esperar o depois de amanhã.

Se mova, se mexa e faça alguma coisa. Pode ser que a ação não te realize, mas nenhuma realização foi alcançada sem uma ação.

Uma pequena tarefa pode se conectar com outra e de repente você construiu algo gratificante.

Não se iluda com a pequenez de sua ação. Ela pode representar muito quando a obra toda estiver concluída.

Criamos muitas limitações para nós mesmos. Não vou à ginástica porque estou com um pouco de dor de cabeça. Não vou começar a dieta porque está chovendo. Não vou ligar para a minha amiga porque já passou um pouco da hora. Não vou fazer aquele curso porque fica um pouco longe de casa.

Desculpas:

Somos capazes de lembrar um cem número de desculpas que inventamos para não realizar alguma coisa. No final, perdemos a chance de fazer, de viver, de realizar.

Escreva já, num pequeno papel, alguma coisa que você quer muito fazer nos próximos três dias, e se determine a fazer.

Ao concluir a tarefa, não rasgue o papel. Escreva no mesmo papel uma segunda coisa que quer realizar nos próximos dias e siga adiante, planejando, agindo e realizando.

É uma questão de atitude, que no final vai te levar realizar um montão de coisas.

A felicidade passa pela realização.                                                                R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta