Reaja de maneira proporcional.

Não amplifique os seus problemas e não faça tempestade em copo d’água.

Reaja de maneira proporcional aos eventos da sua vida. E se tudo parece virado do avesso, respire fundo, busque um pouco de serenidade para que tudo volte a aparentar na sua verdadeira proporção.

Deixe a racionalidade atuar, dando um pouco de luz à situação. Dê um tempo para o próprio organismo se acalmar e baixar os níveis de cortisol. Saiba que esse comportamento destemperado e contumaz pode te trazer danos à saúde.

Não se irrite com coisas pequenas. Não dê tanta importância a coisas realmente irrelevantes.

De cabeça erguida:

Não se deixe derrotar por pequenas derrotas. Nós todos estamos sujeitos a pequenas derrotas, mas isso nos serve como lição e aprendizagem e temos que seguir em frente, sem nos abater.

Não se irrite com as pessoas. Verifique se o comportamento das pessoas te afeta de maneira real, ou você está se irritando simplesmente porque está presenciando algo que não gosta, que não aprova.

Reduza a ansiedade com coisas que podem acontecer no futuro. Na verdade, nos preocupamos com coisas que não irão acontecer. O futuro não tão assustador, e o seu esforço vai ser recompensado.

Não se sinta desrespeitado quando pessoas te incomodam sem querer, involuntariamente. Desculpe as pessoas com frequência.

Se libere da culpa e pare de culpar os outros.

Perdoe os outros como forma de se liberar, você mesmo, dessa carga inútil e desnecessária.

Não fique tão desapontado com o mundo e consigo mesmo. Nada é perfeito, nem o mundo, nem você mesmo, e assim está bem.

Simplifique a sua vida e traga mais alegria aos momentos, às atividades.

Se junte às pessoas positivas e otimistas, e se deixe contaminar.

Procure uma blindagem para as coisas ruins, e seja uma caixa de ressonância para as coisas positivas.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta