Quero construir.

É bastante natural a vontade de fazer coisas úteis, construir, realizar o potencial.

Mas há momentos que ficamos por baixo, e a nossa vontade parece que foi exaurida. A determinação sumiu, como a bateria do carro que ficou meses sem funcionar. Simplesmente não dá sinal.

Pode ser uma depressão que exige cuidados profissionais, e é sempre bom ter mente que podemos procurar ajuda.

Mas há pequenas coisinhas do nosso dia-a-dia que podemos fazer e sair dessa inanição, desse marasmo.

Coisa práticas para fazer:

Fazer uma pequena lista, bem simples, de coisas práticas que temos que fazer. Vale para a lâmpada queimada que temos que trocar, a torneira que está com um pequeno vazamento, ou o carro que precisa de um pequeno conserto.

Importante também considerar nessa lista, algumas coisas relacionadas consigo mesmo, como cuidar de si, cuidar da saúde, fazer algum exame médico que está pendente.

Não podemos nos esquecer daquele contato telefônico com o amigo de longa data, que ficou meio esquecido, no meio de tanta correria, e agora no meio de tanto desânimo.

Peque essa pequena lista e comece a se movimentar. Podemos não estar construindo nada, mas estamos pavimentando o nosso espírito e o nosso ânimo para as iniciativas que vêm a seguir.

Se manter em movimento é importante. Manter aceso o entusiasmo pela vida, é o que devemos atentar todos os dias.

Não adie mais:

Quem sabe não fazemos aquela viagem que planejamos?

Porque não plantamos aquela árvore no jardim, e é só cavar o buraco e completar as etapas.

Doar algo que estava pensando há tempos, levar para a igreja, procurar um interessado, deve ser considerado, pois ajudamos outra pessoa, e nos ajudamos, liberando espaço na nossa vida.

Construir algo, começa pela base, pelas fundações, e com pequenas coisas e pequenas tarefas, podemos manter a obra rodando, até que chegue a hora de subir os pilares.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta