Quando você é ferido.

Quando você é ferido, você já sabe a reação – todos nós sabemos o que se passa conosco. Quando somos feridos, e sempre é a história do bandido e mocinho, alguém, o bandido, fere alguém propositalmente, o mocinho.

Temos que saber imediatamente de onde partiu a agressão, pois se ficarmos distraídos, resmungando, vai acontecer de novo.

Temos que manter a cabeça erguida, mesmo quando somos agredidos, e isso vale especialmente quando os golpes são baixos. Você recebe um golpe baixo, fica de autoestima baixa, abaixa a cabeça, e sabe muito bem aonde vai levar o próximo golpe.

Por outro lado, sempre nos posicionamos como o cordeiro inocente e desavisado que foi agredido injustamente. Sabemos no entanto, que não somos assim tão puros, e mesmo involuntariamente podemos ter provocado esta reação, esta agressão.

Honestidade:

Temos que ser honestos quando analisamos, pois do contrário, estaremos mentindo para nós mesmos, e ainda reagindo de maneira desproporcional e inadequada.

Mesmo quando somos a parte injuriada, não somos a parte completamente inocente, mas isso não justifica ficar se fazendo de capacho, pois isso é um convite para novas agressões.

Temos que aprender a cuidar de si mesmo, ser generoso e amigo, mas temos que nos proteger.

Sei que o mundo não é assim tão perigoso, mas aquele que se coloca por baixo, acaba mesmo virando saco de pancadas.

Agressões são inadmissíveis, e temos que cuidar para que os relacionamentos sejam honestos, afetuosos, de um lado e de outro.

A natureza humana é complexa, e temos que ficar atentos para decodificar os comportamentos.  Não revide as agressões, pois como disse Gandhi, olho por olho vai tornar o mundo um lugar de cegos.

Cuide da sua integridade, fique bem, e seja feliz.                                                                      R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta