Quando o sofrimento se vai

Quando o sofrimento se vai, fica a confiança em uma Força Superior.

Fica a confiança na nossa capacidade de passar por cima.

Fica a percepção de que nem tudo é ruim.

Sabemos agora que não estamos sozinhos, e que precisamos uns dos outros.

Descobrimos grandes amigos e familiares prontos para nos ajudar.

O fato de descobrir que a roseira tem espinhos não nos impede de apreciar as rosas.

Sabemos agora, na medida em que os ferimentos são curados, que alguns se fecham rapidamente e outros demoram um pouco.

Seja especialmente amável consigo mesmo enquanto durar esse período.

As marcas que ficam são sinais das nossas experiências e das lições valiosas que tiramos destas.

A resiliência, característica própria dos indivíduos, foi polida e refinada por milhões de anos da existência humana e se faz presente quando vivenciamos um sofrimento.

Nos recobramos, levantamos a cabeça e seguimos adiante.

Nos ensina o budismo que o sofrimento é universal e assim é a alegria.

A aceitação de cada uma dessas situações é fundamental para a felicidade, entendendo que qualquer que seja a situação, é uma oportunidade de aprendizagem e de crescimento pessoal.

Quando estamos em sofrimento, nos damos conta da nossa frágil condição, mas quando o sofrimento passa, é hora de se levantar e seguir adiante.

Quando estamos em sofrimento questionamos a vida a existência, e quando o sofrimento passa, devemos seguir questionando, mas compreendendo e aceitando a realidade de cada um.

Buscamos sempre evitar o sofrimento, e procuramos fazer as coisas certas de maneira certa para fugir da dor e do sofrimento.

Quando tudo passa, vêm na cabeça duas perguntas clássicas, como nos ensina o Dalai Lama:

1-Se fiz tudo certo – como posso ter encarado tal sofrimento?

2-Se sou uma pessoa boa, virtuosa e caridosa, como posso ter passado por tal sofrimento?

Nos ensina ele que somos sempre alvos de sofrimento, a despeito do que somos, do que fazemos e como fazemos.

O blog BusinessBackpacker nos passa cinco passos para a busca da felicidade incondicional que tem a ver com a mensagem de hoje.

1-Se dê conta que felicidade é uma escolha, não uma circunstância.

2-Perceba quando você está criando situações de sofrimento evitáveis – pare.

3-Reconheça as limitações e regras que você está criando que bloqueiam a felicidade para você e para os outros.

4-Busque a felicidade todos os dias em qualquer condição.

5-Repita os passos 1-4 seguidamente até morrer.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta