Quando eu tiver tempo.

Não espere para ser feliz quando tiver tempo.

Seja feliz hoje.

Seja feliz agora.

Realize algo importante hoje.

Se divirta hoje.

Não espere por aquela situação, por aquela pessoa, por aquela coisa que você não sabe quando vai ter – seja feliz com o que você já tem agora. Não espere mais.

Elimine as desculpas que você própria inventou para sabotar a sua felicidade.

Não serei feliz enquanto isso não acontecer.

Não serei feliz enquanto não tiver a casa própria.

Vincular a felicidade a algo que pode acontecer lá na frente ou mesmo coisas que estão fora do seu controle, é uma boa estratégia perdedora.

Não temos garantia de que aquilo vai acontecer, e mais, é possível que quando acontecer, não nos trará a felicidade da maneira que prognosticamos.

Um carro novo deixa de ser novidade muito breve.

A aposentadoria pode não ser essa maravilha que você imagina. Pode até ser uma caminhada solitária e enfadonha.

A atitude do quando tiver tempo, te desvia dos momentos de felicidade que acontecem todos os dias.

A programação mental de adiar a felicidade, assume a forma de barreiras que não foram feitas para serem transpostas, mas para justificar ou servir de desculpa para tanto adiamento.

Examine essas barreiras – muitas delas são fictícias.

Dê graças pelo que já tem e vai se sentir liberado para experimentar a felicidade a cada passo.

Aprenda a se contentar com o que tem – aprenda a se sentir mais contente.

Se envolva mais com os seus projetos. Não os coloque na prateleira, tornando-os inalcançáveis. Assuma o controle da sua vida.

Quando se trata da outra pessoa – não perca tempo para fazer alguém feliz hoje.

Agradeça.

Prepare uma comida saborosa.

Prepare um café quentinho.

Limpe o ambiente – arrume – organize.

Escreva um Email – coloque os sentimentos para fora.

Ofereça ajuda.

Diga que ama.

Beco

1 Comentário

aline

about 6 anos ago

eu quero ser feliz nada de sexo se for sexo para mim prefiro camisinha pq quem não usa fika com risco

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta