Quando as coisas ficarem difíceis – vá mais devagar.

Quando estamos dirigindo o carro e momentaneamente perdemos o controle da direção, devemos imediatamente reduzir a velocidade para retomarmos o controle.

A recomendação técnica é ir mais devagar, não fazer movimento brusco e retomar o controle.

O mesmo acontece com a nossa vida, em meio às dificuldades, as emoções e o estresse.

Horizonte:

No meio da tormenta, com as emoções a mil, é difícil enxergar um palmo além do nariz – temos que reduzir a velocidade.

Temos que chegar à velocidade adequada, razoável, conveniente, e segura, e isso pode ser um procedimento temporário.

Quando reduzimos o passo, percebemos melhor o ambiente e conseguimos decidir com mais segurança, por outro lado, quando estamos em dificuldades, é comum ficarmos atrapalhados com tanta coisa para lidar.

Ajuda:

Não é errado adiar algumas coisas, pedir ajuda para algo difícil, ao passo que cancelamos alguns compromissos também.

É bom estabelecer prazos um pouco mais relaxados, enfim vá mais devagar e as coisas vão parecer mais confortáveis.

A vida é uma correria para todo mundo.

Uns tem filhos pequenos, outros fazem um malabarismo com duplo emprego, dificuldades em casa, contas para pagar, sem contar os cuidados com a saúde e alimentação.

É um pouco inevitável, por vezes, sentir que as coisas perderem o controle.

Não há porque se desesperar. Tenha a certeza que você dá conta.

Calma:

É preciso manter a calma, reduzir a velocidade e buscar serenidade.

A ajuda dos amigos é sempre bem vinda.

Um conselho de alguém com mais experiência é algo valioso nessas horas.

Depois que passar essa fase, faça uma reflexão sobre a vida como um todo.

O que você está buscando?

Qual é o seu projeto?

O que está faltando na sua vida?

Não vale dizer que falta um carro novo, pois você sabe bem que isso não completa nada. Aliás, o cheiro do carro novo passa muito rapidamente.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta