Procure ser mais satisficiente.

Aceite o satisfatório e o satisficiente, termo cunhado por Herbert Simon em 1956, ele que foi Nobel de Economia.

Muitos estudos foram realizados por acadêmicos, desde que Simon divulgou sua teoria sobre os maximizadores e os satisficientes.

O primeiro tipo têm uma tendência a procurar o melhor, enquanto que o segundo não é assim tão focado e se satisfaz com o aceitável.

Um artigo muito interessante da Universidade de Columbia, relata o estudo feito com estudantes que se graduaram e se empregaram- Doing better, Feeling Worse – se dando melhor e se sentido pior.

Aqueles com traços maximizadores detectados no estudo, conseguiram os melhores empregos, mas acabaram menos felizes que os satisficientes.

Esse traço é, conforme o estudo um marcador de infelicidade.

Já comentamos aqui sobre o perfeccionismo e sua correlação negativa com a felicidade.

São confirmações da mesma teoria.

Gretchen Rubin, comenta essa questão numa postagem do seu blog Project Happiness.

As pessoas satisficientes tomam a decisão uma vez que as condições atenderam os seus requisitos, ao passo que os maximizadores procuram as condições ideais e ao final ficam insatisfeitos com a decisão tomada.

Na verdade, comenta Gretchen, as pessoas apresentam uma mistura desses dois traços.

Segundo o blog Lawyers Wellbeing, ser satisficiente protege as pessoas da depressão. Os americanos estão hoje com um elenco tão farto de opções e escolhas que acabam sendo induzidos à maximização do resultado, e consequentemente infelizes com suas próprias escolhas.

Uma recomendação do blog, é prestar atenção nas suas escolhas e como você examina as alternativas. As mínimas escolhas retratam o seu processo mental seja de maximizador ou de satisficiente.

Não se compare muito com os outros, pois isso é um comportamento maximizador e conduz á infelicidade.

Fique atento para a adaptação hedônica e se afaste um pouco do materialismo.

Analise como você examina as alternativas e qual é o processo para chegar à decisão final.

Se afaste também de tantos amigos maximizadores.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked