Preste atenção na sua irritação.

Preste atenção nas coisas que te irritam, e porque te irritam.

Isso vai revelar melhor como você é.

Se você for honesto na análise, isso pode revelar um caminho para você melhorar.

As coisas que insistentemente te irritam, mostram muito de como você é.

Uma pessoa perfeccionista tende a se irritar sempre com os outros, pois espera muito de todo mundo – atente para isso.

Quando nos irritamos com os outros porque não nos dão a atenção devida, podemos estar sofrendo de baixa auto-estima.

Outro dia li sobre um exercício que tem a ver com o que escrevo hoje e vou transmitir aqui.

Escreva numa folha de papel as coisas que mais admira nas pessoas, os comportamentos que mais te dá satisfação em presenciar.

Para ajudar no exercício, exemplifique com os nomes das pessoas que correspondem a tais comportamentos exemplares.

Escreva no verso da mesma folha os comportamentos que mais te irritam, e também nesse caso, exemplifique com os nomes das pessoas que ilustram tal comportamento.

Diz o exercício que os comportamentos que admiramos são aqueles que queremos desenvolver em nós mesmos.

E o oposto, os comportamentos desprezíveis, são aqueles que detestamos em nós mesmos e queremos eliminar.

Segundo o exercício, a atenção que dedicamos em analisar a nossa irritação deve servir para conhecer a nós próprios e serve como um guia para nos tornarmos uma pessoa melhor, uma pessoa que queremos nos tornar.

Beco

1 Comentário

Eli Lima

about 6 anos ago

É isso mesmo! Faço esse teste, dá certinho. O bom é que fica fácil lidar com nossas limitações a partir de realidades objetivas. É um exercício diário. Obrigada pela contribuição! Fique bem, meu amigo.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta