As respostas que recebo

As respostas que recebo

Temos que estar sempre abertos para as respostas que vamos receber.

Às vezes estamos tão fechados em nós mesmos, que não percebemos quando a vida nos dá as respostas de que necessitamos.

Quando estamos abertos para aprender, o professor aparecerá, diz um ditado antigo – isso quer dizer que a mensagem ou a resposta será assimilada e a lição aprendida somente quando estivermos abertos para aprender.

Mas o que é que acontece corriqueiramente?

Estamos tão entretidos com a rotina diária e por outro lado temos tantas inquirições navegando na nossa mente, mas não estamos abertos para ouvir.

As perguntas:

Fazemos perguntas aos quatro ventos, mas não ouvimos as respostas que estão debaixo do nosso nariz.

Em outras ocasiões fazemos as perguntas erradas, pois analisamos os nossos problemas carregados da perturbação mental da tempestade de problemas. Estamos falando, mas não estamos ouvindo, e precisamos de serenidade e paciência para aguardar as respostas e ouvir com atenção quando nos forem oferecidas.

Perguntamos, mas é como se não estivéssemos interessados nas respostas.

Um ponto para reflexão: perceba quantas respostas a vida te provê para as questões fundamentais que aparecem na sua mente.

Se nada lhe é respondido, é possível que você não esteja aberto para as respostas.

A resposta virá, e a iluminação para os passos que está por executar será providenciada.

A vida é cheia de encruzilhadas, dúvidas e indagações.

Temos dúvida se estamos no caminho certo, fazendo as coisas certas.

Estamos acertando? Estamos errando? Quais serão as consequências?

Vou me dar mal? Vou me dar bem?

O fato é que o futuro guarda muitas incertezas, e não vamos saber ao certo nada disso que estamos inquirindo.

Ainda assim, para todas as experiências da vida, precisamos estar abertos para as mensagens que nelas vêm agregadas.

Rubens Sakay(Beco)

2 Comentários

Elisabete

about 3 anos ago

Linda mensagem! Obrigada!

Responder

Eliethe Xavier de Albuquerque

about 3 anos ago

Maravilha! Muito grata por compartilhar a compreensão que já alcançou. Especialmente nesta semana estava precisando ler/refletir sobre esse assunto.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta