Perdoar e tolerar.

É certo que o perdão é um ato de amor que fazemos para nós mesmos, nos liberamos de cargas desnecessárias e indesejáveis que deixamos ir para o nosso bem.

Mas o que dizer de tratamentos injustos que sofremos seguidamente, companheiras autoritárias, chefes incompetentes e desonestos que nos impõe um estresse desproporcional.

Tolerar é uma coisa distinta, e pode não ter nada a ver com o perdão.

Não temos que nos fazer de capacho, admitir com naturalidade os maus tratos que sofremos.

Estabelecer limites:

Temos que levantar a cabeça, colocar limites e aprender alguns mecanismos para não prolongar indefinidamente este sofrimento imposto por outras pessoas.

Há casos em que o algoz nos faz sofrer deliberadamente, e isso não podemos aceitar.

Podemos desculpar atos involuntários e isolados que nos causam um contratempo. No final, todos nós podemos, em algum momento, ser o causador desse mesmo efeito nos outros.

Devemos aceitar as coisas que estão fora do nosso controle, e isso quer dizer totalmente fora do nosso controle.

No entanto, temos que nos levantar do chão e tomar uma atitude para nos livrarmos de intimidações e agressões. Não é só um direito, é um dever consigo mesmo.

O perdão, por outro lado, tem a ver com a dor que sentimos por eventos do passado. Na maioria deles, são eventos isolados, mas que podem nos marcar para sempre, e podemos minimizar essa dor, podemos fazer cessar esse sofrimento.

O perdão nos libera do evento e também da pessoa que provocou aquele sofrimento. Isso tem pouco a ver com a pessoa que ela é hoje. Temos que considerar o efeito do tempo em cada um.

Você pode voltar no tempo e se perdoar pela pessoa despreparada e imatura que era quando cometeu um deslize, e esse perdão tira de si as amarras do passado, um alívio para si mesmo.

Reflita sobre essas coisas, o perdão, a tolerância, a aceitação e a desculpa. Todas têm um significado distinto, e temos que conjuga-las no tempo certo e no evento pertinente.

1 Comentário

ricardosensatez

about 3 anos ago

Michelemonique75@yahoo.com.br

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta