Perdida na encruzilhada.

Quem nunca se sentiu numa encruzilhada com tantas dúvidas sobre o caminho a seguir. É a vontade de ficar sentada, esperando uma luz sair das nuvens trazendo a resposta precisa.

Na maioria das vezes, não temos clareza do caminho a seguir porque não damos devida atenção aos objetivos de vida, aos anseios e a verdadeira busca.

É como se viajássemos mais ou menos sem destino, e ao chegamos a uma encruzilhada, de repente queremos refletir sobre o destino. Aí nos damos conta de tantas perguntas na nossa cabeça que ficamos imobilizados.

Piloto automático:

Explicando melhor, caminhamos na vida em piloto automático, deixando a vida nos levar, indo com a corrente, com a moda, opinião das amigas na rede social, e vontade das propagandas de televisão.

De repente, sentimos uma vontade enorme de sentido, queremos fazer algo que dê sentido à nossa vida, enfim, acordamos para a vida, Nesse exato momento, é como se estivéssemos numa encruzilhada.

Mas nada está perdido.

A encruzilhada é também a oportunidade para refletir e escolher o melhor caminho, o caminho da sua felicidade, da sua realização e bem-estar.

Como é que você descobre esse caminho?

Refletindo sobre aquilo que faz sentido para você, do fundo do coração.

O que realmente te faz suspirar, o que prende a sua atenção?

Seus sonhos:

Quais eram os seus sonhos mais profundos quando menina, antes da rede social tomar conta das suas vontades?

Quem você queria ser quando crescer?

Lá no fundo, essas informações estão gravadas, e podem ser recuperadas a qualquer instante . É preciso dedicar uma atenção em si mesma. É preciso estar compenetrada.

A vida vale à pena ser vivida porque faz sentido para você, e porque esse sentido pode ser realizado.

Você tem a capacidade para realizar, e mais do que isso, a realidade da vida é abundante, uma vez que tenhamos atenção plena.

Os caminhos pode ser trilhados, e a realização pode te completar,. No entanto, é necessário que você reflita sobre os caminhos que quer seguir.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta