Perceba o seu coração ficando mais leve.

Na nossa jornada de crescimento, na medida em que aprendemos a ser uma pessoa melhor, percebemos o nosso coração mais leve, descarregado das mágoas, ressentimentos, inveja e culpa.

Com o coração mais leve, analisamos os problemas com mais serenidade, com mais imparcialidade. Sabemos que a recompensa de tudo isso é a felicidade, um dia de cada vez.

Já comentei sobre abrir o coração, deixar o coração falar, parar de fingir na postagem: pare de fingir

Isso pode muito bem ser apreciado no trabalho do professor James W. Pennebaker da Universidade do Texas. 

Hoje escrevo sobre descarregar o coração – deixá-lo ficar mais leve.

Deixar ir as situações que sobrecarregam as nossas emoções, sublimar os problemas passados.

Diz um pensamento antigo: “as pessoas pensam que segurar firme é que faz as pessoas fortes, mas às vezes é soltando e deixando ir.”

Isso acontece fundamentalmente no campo mental e emocional.

Devemos deixar os pensamentos negativos irem embora.

Devemos deixar as emoções negativas abandonarem o nosso coração.

Mande mensagens constantes para si mesmo para se liberar dessa carga tóxica e desnecessária.

 Diz David Bohl do blog slow down fast, de que as pessoas que carregam muitos sentimentos negativos, são paralisadas pelo medo.

O medo e a expectativa permanente de que algo de ruim vai acontecer e que o resultado vai ser sempre desastroso é que a mantém prisioneira dos pensamentos negativos. 

De acordo com Bohl, não adiante muito dizer para essa pessoa ser positiva, pensar positivo.

O medo de se desapontar é marcante, e o medo de estar errada é outro.

Para David Bohl, o remédio e incentivar a pessoa a seguir adiante, a despeito de todo o medo. Os resultados positivos vão dizer por si, e devagarzinho o medo vai deixar de causar tanta limitação.

É o círculo virtuoso. O resultado positivo traz a percepção positiva, que tira a limitação e permite mais ação e mais realização.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta