Pequenas doses de sentimentos negativos.

Podem parecer inofensivos quando focalizados isoladamente, mas juntos podem minar a sua felicidade e o bem estar.

Mude a sua atitude frente aos momentos negativos.

Mude a perspectiva do que é positivo e o que é negativo.

Adquira o senso de proporção.

Desenvolva o senso de importância.

Deixe passar um montão de coisas que te incomodam. Deixe-os passar sem te incomodar.

Aceitação:

Algumas pessoas se comportam pacificamente com as pequenas doses negativas do cotidiano, mas desenvolvem uma aceitação dolorida – aquele sorriso amarelo de aceitação.

No fundo, estamos assimilando o dano em nós mesmos, acumulando as gotas e mais gotas, até que o copo fica cheio.

O copo pode transbordar de muitas maneiras, e sem dúvida podem causar um dano emocional.

Trate tais momentos negativos com equilíbrio, simplesmente aceitando, sem julgando, sem assimilação, sem acumulação.

Isso não quer dizer que ficamos cascudos, suportando as espetadas do dia-a-dia. Estamos sensíveis sim, mas adquirimos o senso de proporção e agora sabemos que isso não tem qualquer importância.

Vamos substituir aquele sorriso amarelo por uma expressão corporal de serenidade, de empatia, compreensão e compaixão.

Muitas pessoas acumulam muitas contrariedades pequenas e acabam estourando ou experimentando malefícios para a saúde.

Há muitas maneiras de lidar com isso tudo, mas sem sombra de dúvida, a aceitação consciente e generosa é uma boa maneira.

Serenidade:

Já aprendemos arduamente o que nos ensina a oração da serenidade, colocando o foco naquilo que realmente podemos controlar.

Olhar a realidade do cotidiano com serenidade é sem dúvida uma dádiva que todos deveriam experimentar.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta