Pare de amar a infelicidade.

Pare de se apegar à infelicidade.

Sei que a vida pode não ser perfeita, e os problemas, muitos deles são inevitáveis.

Alguém já pensou num casamento perfeito, filhos perfeitos e emprego perfeito.

Uma casa sem problemas de vazamentos, fios elétricos, sinal de televisão.

Uma vida sem dificuldades no relacionamento – diria uns – uma vida no céu.

Adversidades:

Mas a vida é cheia de atropelos, e felizmente somos fortes, capazes e preparados para lidar com tudo isso, e alguns tiram de letra.

Mas por outro lado, podemos ficar reféns dos problemas e do sofrimento.

Podemos ver a vida em pedacinhos e ficar ali, paralisado, confuso e perdido indagando por uma resposta, ao invés de começar a colar os pedaços e tocar a vida adiante.

Paradoxalmente, alguns parecem até que amam ser infelizes.

Inventam até muitas justificativas para ser infeliz.

Saia desse estado de cegueira com relação ao próprio bem estar. Acredite que sua vida pode melhorar e aja nesse sentido.

Escolha ser feliz:

Faço a mim sempre a mesma pergunta: afinal, você quer ou não quer ser feliz?

Se digo que quero, tenho que parar de chorar o leite derramado e tocar adiante.

Aceitar a realidade é uma coisa. Lutar para que seja diferente no futuro é outra.

O futuro é construido agora mesmo, neste exato minuto em que vivemos.

Temos que evitar as lamúrias sem fim e a estagnação, ou vamos repetir as desgraças do passado.

Não devemos ficar cobrando que o mundo seja diferente, e que nosso destino seja diferente.

Assuma que quer ser feliz e corra atrás.

Mude o canal, assuma uma atitude positiva e construtiva e olhe para o seu futuro com um olhar renovado.

Não rode a vida no modo infeliz.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta