Palavras que podem ferir

Palavras que podem ferir

Saiba que a arma mais poderosa são as palavras e você pode estar usando isso contra as pessoas que mais ama.

Sai sem querer, especialmente quando estamos com raiva.

São palavras que destroem o bem-estar e a felicidade e por isso devemos evitar.

“Depois de tudo que fiz por você”.

“Agora você está contente?”

“Eu não disse que você ia se prejudicar?”

“Não me interessa o que você pensa.”

“Não vou te perdoar enquanto eu viver.”

São palavras que têm o poder de destruir e você vai se arrepender rapidamente de tê-las proferido.

Se estamos fazendo isso com frequência, utilizando as palavras para ferir os outros, temos que parar, refletir e desaprender.

O resultado é sempre catastrófico para que fala e para quem ouve. Pessoas magoadas, arrependidas, com sentimento de culpa e infelizes.  Não deixe o veneno dominar a sua língua.

Entenda que isso é uma coisa natural e ancestral do homem das cavernas – fazer cara feia – rosnar e ameaçar morder como forma de sobrevivência. O homem moderno não precisa de nada disso. Aceite que isso está no seu DNA, mas não se deixe dominar.

Como antídoto desse comportamento tóxico, passe a elogiar, agradecer e motivar.

Contar até dez:

Outro mecanismo eficiente é contar até dez antes de sair disparando as palavras contra os outros. Não rebata de pronto, não tenha uma resposta imediata, precisa e destrutiva, afinal, você não é o sniper americano, e a pessoa que você ama não merece esse tratamento.

Outro dia aprendi que o primeiro aprendizado do bebê, e isso também é um instinto ancestral, é reconhecer a fisionomia dos pais, sejam eles de irritação, de carinho e de apoio.

Numa situação complicada, e caso você não se sinta à vontade para dizer qualquer coisa, faça uma fisionomia de aceitação, um sorriso, um balançar de cabeça já é o bastante.

Isso já vai te livrar do seu próprio veneno.                                                                                                                                             Rubens Sakay (Beco)

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Please be polite. We appreciate that.
Your email address will not be published and required fields are marked