Os desafios.

Os maiores desafios, eu aprendi, não são aqueles profissionais, são aqueles relacionados a mim mesmo.

Podemos achar que o maior desafio foi lidar com os outros, com pessoas difíceis, com o chefe, com a sogra.

Não podemos mudar ou transformar as pessoas, mas podemos aprender a lidar melhor com elas.

Aprender a lidar com as pessoas é um desafio que está dentro de nós mesmos.

O maior desafio, quando enfrentamos uma dificuldade, é entender como tal dificuldades nos impacta, qual a real dimensão do meu problema. E nisso está um trabalho interno que temos que fazer. Examinar com serenidade, sem amplificar os problemas, sem distorcer e sem culpar.

No final, o maior desafio é o trabalho interno que temos que fazer, e nessa reflexão interna, o problema pode muito bem desaparecer.

Muitas vezes, ficamos preocupados com problemas que nunca irão ocorrer.

Ser grato pelo que já conseguiu até agora, é um começo. A gratidão funciona como um degrau, ou uma escada para escalar uma dificuldade.

A gratidão nos eleva, e olhando dessa altura, pode ser que o problema perca o poder de nos dominar.

Quando damos a arrancada para uma maratona e já saímos nos sentindo derrotados, aí mesmo é que perdemos a batalha.

Reflita comigo: quantas vezes você já pensou em resolver um problema e veio logo o pensamento de fracasso – não vai dar certo – não vou conseguir.

Qualquer dificuldade e qualquer desafio que temos que enfrentar, a primeira barreira é a interna, é respirar fundo, acreditar que vai conseguir e arrancar para frente.

Levante a cabeça para pegar ar puro. Encha os pulmões e respire compassadamente. Busque a serenidade. Busque a sua força interior.

Os desafios estão aí para testar as nossas capacidades e a nossa coragem, e não para nos desencorajar e nos fazer retroceder.

Siga em frente e seja feliz.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta