Olhe além do seu umbigo.

Olhe o benefício coletivo daquilo que está por fazer. Perceba o impacto nas outras pessoas, na humanidade, no planeta.

A nossa correria nos deixa míope com relação aos interesses das outras pessoas. Temos tantas coisas para cuidar que temos que fazer um esforço adicional para perceber que tudo que fazemos tem algum impacto para os outros.

Mas é importante estarmos atentos para além do próprio umbigo.

Vivemos em comunidade, e podemos ajudar ou prejudicar alguém com as nossas ações, e atentar para o equilíbrio e harmonia, faz de cada um, uma pessoa querida, bem recebida e desejada.

Harmonia:

Queremos harmonia, queremos ser bem tratados, e é bom saber que isso exige algum esforço e atenção.

Quem joga lixo na rua é multado, quem estaciona em lugar proibido, atrapalhando passagem de cadeirantes e outros acessos, pode ser guinchado. No entanto, há muitos atos que podemos executar, sem que o poder público exerça qualquer influência. Está na nossa discricionariedade, é uma questão de boa educação, honestidade, generosidade.

Ser gentil com os outros em local público é algo que podemos fazer sempre.

Oferecer uma pequena ajuda e aeroportos e locais de embarque, é sempre benvinda.

Devemos estar compenetrados no nosso crescimento pessoal, e isso inclui os outros, ajudar, ser generoso e altruísta.

Generosidade:

A generosidade fortalece o caráter, e devemos estimular isso nos nossos filhos.

Um sociedade onde as pessoas olham além do seu umbigo, é uma sociedade saudável e evoluída.

Quando olhamos para os outros com honestidade e empatia, podemos avançar na tolerância, flexibilidade e compaixão.

Ao passo que aqueles que estão muito centrados em si mesmo, dificilmente estão prontos para ajudar. Quando ajudamos o outro, estamos na verdade contribuindo para uma sociedade melhor, pois estamos disseminando valores positivos.

Podemos culpar o governo por tanta coisa, mas a sociedade e cada indivíduo pode e deve fazer a sua parte para melhorar o lugar onde está.

Fazemos isso nos grupos que participamos, na igreja que frequentamos e também no ambiente de trabalho.

Olhar um pouco além da cerca que divide a sua casa nos permite ainda, compreender a natureza humana e compreender a nós mesmos.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta