Olhando por outro ângulo.

Por vezes temos dificuldade de aceitar algumas coisas.

Pode ser essa a oportunidade para exercitar outro olhar.

Posso olhar com mais otimismo.

Posso olhar com generosidade.

Devo olhar sem preconceito.

Prepotência:

Devo olhar por cima da minha prepotência.

Quando a coisa não entra na nossa cabeça, certamente tem algo bloqueando a entrada, e é isso que temos que trabalhar.

É todo um conjunto de valores que fazem as lentes dos nossos óculos, além da possibilidade das lentes estarem bem embaçadas.

Quando me vejo sempre bombardeado por uma chuva de problemas, devo me perguntar por que isso acontece.

Pode muito bem ser um ângulo de visão desajeitado. Tente olhar para as suas circunstâncias de outro modo, com outro olhar.

Sabe uma coisa que funciona maravilhosamente? É a gratidão.

Experimente exercitar a gratidão e depois olhe para os problemas novamente.

Agradeça por tudo de bom que tem acontecido na sua vida. Relacione algumas boas para não se esquecer.

Exercite:

Depois desse exercício, os problemas podem até desaparecer.

Porque estou reclamando tanto da vida?

O que é mesmo que está errado?

Será que não estou querendo nadar contra a corrente? Nesse caso devo exercitar a aceitação.

Aceite as coisas que estão fora do seu controle, e deixe ir um pouco com a corrente da vida.

Aceite com serenidade, sem resistir. Lembre-se que o que resiste, persiste, como já comentei em postagem anterior.

Outra estratégia boa para exercitar é encarar o problema de frente e fazer a seguinte afirmação: “isso não é um problema”.

De repente o problema pode se dissolver.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta