Óleo na dobradiça da porta.

Uma coisinha de nada e elimina um desconforto diário, da porta rangendo nos ouvidos.

Isso acontece com um mundo de coisas na vida da gente.

No nosso convívio, e nos relacionamentos, empurramos com a barriga e convivemos indefinidamente com um desconforto que seria melhor abrandar, se não eliminar.

Por vezes é bom se afastar da pessoa, quase sempre, uma conversa honesta e objetiva é capaz de aparar arestas que estão nos incomodando.

Às vezes, o incomodo é pequeno, mas isso, de maneira crônica, acaba minando a nossa energia.

Óleo na dobradiça:

Assim como fazemos colocando óleo na dobradiça da porta, e ela para de ranger, temos que tomar uma atitude. Temos que agir da mesma maneira em todos os setores da vida para amenizar o desconforto.

Mesmo nas coisas praticas do cotidiano, em casa e no trabalho, convivemos com coisas quebradas, tarefas por fazer, informações para atualizar, e isso tudo se junta na nossa mente, como um imenso pacote de procrastinação.

Temos que evitar – temos que consertar.

Temos que abandonar o campo da pre-ocupação e passar imediatamente para a ocupação.

Enquanto acumulamos um cem número de preocupações, arrumamos apenas entulho para a nossa mente. Temos que limpar a área, desanuviar o nosso horizonte.

Cotidiano:

Pense por um momento naquilo que faz todos os dias, suas atividades cotidianas.

Atente para aquilo que está rangendo, assim como a dobradiça da porta, pedindo para ser consertada.

Assuma que vai começar o ano fazendo alguma coisa para aliviar o seu desconforto, vai partir para a ação.

Sei que a vida da gente é cheia de prioridades, urgências e até de emergências, e por isso mesmo, nos acostumamos e empurrar algumas coisas para depois, que acabam se acumulando.

R.S. Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta