O que você está pensando?

O que você está pensando?

A rotina é uma coisa interessante. Por um lado nos trás conforto e estabilidade, e por outro lado acabamos perdendo o que nos é mais precioso – a capacidade de pensar.

A rotina é para não pensar.

Nos acostumamos com o piloto automático, o que é lamentável.

Pense – escreva – reflita.

Assim como é  importante dar uma parada na rotina para se voltar para dentro de si, é importante retomar a capacidade de pensar.

Faça isso todos os dias.

Mais do que pensar, o refletir sobre os momentos, sobre as bênçãos recebidas, sobre as pessoas que nos cercam, sobre a nossa busca pessoal – tudo isso dá sentido à nossa vida.

Não fazer isso, é passar a vida sem ter vivido, só no piloto automático.

Eu tenho praticado algo muito gratificante que é escrever sobre todas as passagens importantes da minha vida. Escrever fatalmente nos conduz a uma reflexão profunda, do que valeu a pena, das lições que aprendi. Tenho com isso sentido uma enorme gratidão por ter vivido tudo o que vivi até o momento e ainda ter conhecido todas as pessoas que conheci.

Aprendi que os bons momentos passam como um relâmpago, e se não pararmos para apreciar, perdemos.

E o tempo flui como a água do rio – é um movimento natural que não dá para segurar.

Nas reflexões, sempre me vem a frase de Gretchen Rubin e seu vídeo sobre: The years are short (os dias são longos mas os anos são curtos).

Passe adiante.

Beco

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta