O que te faz feliz.

Fazer uma lista do que te faz feliz é um bom começo.

Você vai descobrir, após várias versões da lista, que no fundo, as coisas mais intangíveis te deixam mais feliz que as coisas materiais e tangíveis, assim como um sapato novo, dinheiro na conta ou um carro novo.

Percorremos a própria lista várias vezes, excluímos alguns itens, incluímos outros tantos, deixamos a lista de lado e retomamos essa tarefa alguns dias depois.

À medida que a lista vai ficando boa, é sinal de que nos conhecemos melhor. É um bom caminho.

Revise a sua lista periodicamente, pois ela muda à medida que você amadurece.

 A professora Sonja Lyumomirski conduziu um estudo com estudantes sobre o que eles faziam para buscar a felicidade, e o primeiro da lista é investir numa vida social. Isso mostra que o isolamento é ruim para a felicidade, e a professora afirma que os experimentos confirmam que manter bons relacionamentos é fundamental para a felicidade.

Outro ponto da lista, normalmente esquecido, mas apontado pelo estudo é a religião, e a conclusão é que a prática de uma religião também agrega as pessoas, mostra um sentido para a vida e afasta as pessoas de hábitos tóxicos, como drogas e bebida.

Essa questão da lista, afirma Sarp Yavuz na coluna para o Oberlin Review, traz uma questão interessante. A reflexão que fazemos ao listar as coisas é diferente da reflexão que fazemos ao conseguir.

Às vezes podemos ficar confusos se queremos ir ao passeio pelo evento em si, ou queremos o convívio dos amigos, e a reflexão anterior nos esclarece esse ponto, o que aumenta a capacidade disso nos satisfazer.

 Outro ponto importante apontada por Sarp, é que algumas pessoas fazem uma lista com itens que ela não consegue realizar, e nesse caso, a lista trabalha contra a felicidade.

É bom reler e revisar a lista de vez em quando.

Nós crescemos espiritualmente e emocionalmente, e algumas coisas perdem prioridade à medida que amadurecemos.

Vá fundo na sua memória das coisas que te deixaram realmente extasiada e emocionada, e use isso como dicas para a sua lista.

Do estudo de Ed Diener, sobre o que faz as pessoas felizes, me ocorre citar uma recomendação:

 Se certifique que colocou as coisas materiais e o dinheiro bem embaixo na lista.

Sem Comentários

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta