O que mais me orgulho de ter feito.

Uma das lições mais poderosas que aprendi, foi percorrer a minha memória e recuperar o momento no qual dediquei o melhor de mim.

Vasculhe sua memória e descreva aquilo que você se orgulha mais de ter feito. Você vai ver que este evento não é materialista, ganancioso ou egoísta.

Esse momento escolhido provavelmente tirou o melhor de você.

Normalmente está relacionado com o seu empenho em resolver um problema enorme, o apoio e ajuda a amigos e familiares em situação de dificuldade, ou mesmo uma atitude e ação altruísta e generosa.

Mantenha esse momento e esse evento sempre vivo na memória, e recorra a ele sempre que se sentir enfraquecido e desanimado. Ele é a lembrança de quanto você é forte e de quanto você pode vencer as adversidades.

Já comentei outro dia, de que mostramos o indestrutível em nós justamente quando somos submetidos à destruição.

Quando maior a barreira a transpor, mais força eu tenho que impor. Quanto mais grave o problema, mais talento, empenho e dedicação eu tenho que colocar.

Por esse motivo, devemos sempre nos fortalecer, conversando conosco mesmo lá naquela ocasião, onde o melhor de nós esteve em ação.

Passe adiante.

Beco

1 Comentário

Rosamaria

about 7 anos ago

Olá Rubens, conheci vc ontem na sala em Brasília. Achei a palestra maravilhosa, e a forma como vc fala, transmite uma calma, que me animou bastante. A Eli foi muito feliz em convidar vc para falar conosco. Obrigada. Espero poder cruzar sempre com pessoas iluminadas como vc. Obrigada mesmo.

Responder

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta